Como remover os "frequent applications", aplicativos frequentes no gnome com um comando

Essa pergunta me surgiu quando resolvi usar uma extensão para desabilitar os “frequent” applications do gnome, para que quando eu apertasse na tecla super ele fosse direto para o menu de apps, em vez de ir para os aplicativos frequentes, já que meus frequentes já estavam nos meus favoritos na dash, pensei instalar uma extensão para algo tão simples, deve ter uma maneira mais curta de fazer algo assim, pois bem tinha o comando vai logo abaixo:

gsettings set org.gnome.desktop.privacy remember-app-usage false

caso queira retornar-los o comando e este:

gsettings set org.gnome.desktop.privacy remember-app-usage true

3 Curtidas

Fica tranquilo que no 3.38 você não vai ter esse trabalho com o novo grid personalizável, os apps frequentes não existirão mais e você poderá organizar as aplicações da forma que quiser.
Caso queira experimentar baixe uma imagem diária do Fedora Workstation.
https://kojipkgs.fedoraproject.org/packages/Fedora-Workstation-Live/33/

2 Curtidas

Ótimo, isso dá para fazer pela interface gráfica usando o dconf-editor, bastando pesquisar por privacy e desmarcar a opção “remember-app-usage” e clicar em “recarregar” em seguida.

Independentemente de como vai fazer este ajuste, ele é útil no Ubuntu 20.04, que possui um bug que congela completamente ao clicar fora das pastas de apps - bug presente em algumas resoluções de telas (geralmente em 1366x768), tendo essa solução no comentário #33