Como desativar o segundo núcleo da CPU quando o Lubuntu inicia pelo pendrive?

Hahaha !

Então, pode ser que seja a segunda cpu virtual mesmo.

Se você der exit, vê se vai pro modo gráfico.

quando dei exit, ele conseguiu ir pro modo gráfico mas depois de alguns segundos infelizmente acabou reniciando do mesmo jeito.

Ok.
Vou pensar aqui.

Dá pra você experimentar usar maxcpus ao invés do nr_cpus ?

tentei usar o maxcpus aqui, e acabou dando em Kernel panic.

Ou então

nr_cpus=2

Eu estou ficando perdido.

Desculpa ter demorado responder.
É que tive que atender um telefonema.

O que me interessa saber é se ele consegue entrar com as duas cpus, sendo que uma delas isolada.

Eu não entendi o que ele fez nesse boot.

Parece que ele deu bypass no isolcpus e deu boot com a 0.

Eu ainda não tenho certeza de qual cpu está com problema. Se é a 0 ou a 1.
A gente precisaria testar cada uma.

Então, ao invés de nr_cpus=1, vamos usar nr_cpus=2 e ver se ele consegue dar boot no rescue.

bem, usei o nr_cpus=2 e não deu certo.

PQP !

Cara, está bem esquisio.
Vamos só confirmar uma coisa, pra consciência ficar tranquila ?
Se não for pedir muito, você poderia tentar dar boot em rescue outra vez com nr_cpus=1 ?

Ahhh !

Tenta também, nr_cpus=2 e ao invés de isolcpus=0, usar isolcpus=1

Vou demorar um pouco, que me chamaram pra jantar.

ok, recapitulando:

ao tentar com os parâmetros que vc deu, e sem nr_cpus, o netbook renicia no meio do boot, sem mostrar nada na tela.

ao tentar rodar com nr_cpus=1, o netbook consegue inicializar normalmente no modo de resgate, executar os comandos lá, e etc. Porém se executar o exit para ir no modo gráfico, ele consegue inicializar, porém depois de 5 segundos, o netbook renicia sozinho do nada.

ao tentar com nr_cpus=2, acontece teoricamente a mesma coisa que aconteceu se não usar o nr_cpus, ou seja, acabou reniciando no meio do boot.

se tentar com o isolcpus=1 sem o nr_cpus, acaba reniciando também.

se tentar com isolcpus=1, e nr_cpus=1 juntos, consegue inicializar normalmente, executar comandos, se usar exit acaba reniciando também. Mesma coisa do que rodar somente com nr_cpus=1.

Entendi.

Ele sempre entra com a cpu0 nessas condições dadas aí.
Então, não precisa do cpu0_hotplug, nem do isolcpus.

Um simples :

nr_cpus=1 systemd.unit=rescue.target

provavelmente faria ele entrar no modo de resgate.

Ainda assim, ele não conseguiria permanecer no modo gráfico.

É isso, né não ?

exatamente. Porém, eu notei uma coisa: se eu ficar por muito tempo no modo de resgate, e depois executar o “exit”, o modo gráfico nem sequer carrega, ele simplesmente renicia depois que aparece a tela de carregamento com a logo do Lubuntu. Porém se eu executar o “exit” logo após o modo de resgate carregar, ele consegue carregar o modo gráfico, porém somente por alguns segundos, e depois renicia.

Hmmmm !
pvini. Nessa situação eu fiquei meio perdido, aqui.

Eu não sei o que Windows fez quando você desabilitou uma cpu.

Pela imagem, eu pensei :
- Ele desabilitou a cpu0 e está rodando com a cpu1.

Aí fui ver algumas alternativas para desabilitar a cpu0. Só que a gente não consegue sequer ir para o modo de resgate se a gente habilitar a cpu1.

Por exemplo, aqui em um netbook que eu tenho, usando essa técnica eu consigo desabilitar a cpu0, cpu1 e cpu2. Aí, vou pro modo gráfico só com a cpu3.

Ponto pro Windows, nesse caso.

Vou dar mais uma pesquisada por aqui.
Estou sem nenhuma ideia, no momento.

Qualquer coisa, eu posto aqui de novo.

vc tentou a opção safe graphics?

ou tentou outra distribuição linux mesmo?
um manjaro, um arch (só dar boot, sem instalar), uma versão mais velha do ubuntu… ?

É. Seria o equivalente a

nomodeset nr_cpus=1

Bem, eu não sei quase nada sobre linux, então eu fui com o Lubuntu, que é uma distro leve e fácil de usar pra mim.

Tentei ir no safe graphics mode, mas acabou dando no mesmo, reniciou sozinho depois de alguns segundos.

Pois é.

Mas usando esses parâmetros…

nomodeset nr_cpus=1

Dá na mesma ?