Como dar boot com um pendrive, estando no Debian 10 XFCE?

Bom dia/tarde/noite, pessoal! Estou com um problema que até então, não presenciei. Estou naquela fase de testes com distribuições linux, e me considero iniciante nesse mundo. Já testei dezenas de distros, de complexas a mais básicas. Ainda não tinha testado o Debian 10. Me alertaram sobre ele ser casca grossa e não servir para “brincar”, mas fui teimoso haha basicamente estou preso nele, e não consigo dar boot pelo pendrive com qualquer outro sistema. Já testei com vários programas e deixei setado a prioridade na BIOS para bootar pelo pendrive, tudo certinho, mas mesmo assim ele não boota, sempre volta a tela do GNU GRUB (antes de iniciar o sistema). Alguma alma caridosa já presenciou esse problema e sabe resolver? Agradeço desde já a atenção!

Boa tarde !
isso depende muito de que software voçê usou para montar a iso e de qual distro voçê quer dar boot , pois tem varios programas que voçê pode usar para montar o pendriver e um deles é o Balena etcher.

1 curtida

Então, eu estou no Debian 10 XFCE, e, no momento, quero bootar um POP OS 20.10. Sempre bootei pelo terminal, e nunca deu problema. Agora que saiu da minha “zona de conforto”, não estou conseguindo lidar, mesmo testando vários programas para bootar e usando meios de partições com o GPARTED. Não lembro de ter testado o Etcher, mas não creio que seja isso, pois nunca usei o Etcher para bootar meu pendrive, só pelo terminal mesmo.

instale o Ventoy voçê vai ver que vale a pena

o Debian é muito bom mas tem que ter um pouco de conhecimento antes de usa-lo.
há e um concelho matenha sempre um pendriver bootavél de emergência com um sistema ao qual terá todos os suportes caso se depare com algo assim.
eu uso o Xubuntu 20.04.2 mas ja testei bastante dristros tambem.

1 curtida

Eu uso o Debian 10 com XFCE aconselho o Etcher, tive um problema recente ( Cagada minha para dizer melhor), criei o pendrive bootavel por ele e foi sucesso, instalei o sistema novamente.

2 curtidas

ele é muito bom tambem.

1 curtida

Acho que são 2 questões diferentes:

  1. Boot pelo Pendrive deve ser possível a partir do computador desligado, ou seja, não faz diferença qual distro está instalada nele. ─ Aí, a questão é configurar a BIOS. Mas você diz que já configurou para priorizar o Pendrive na hora do boot. Então, isso já deve estar resolvido (salvo engano).

  2. Se o Pendrive foi bem gravado (“queimado”) ou não. Aí, depende mais da ferramenta usada, do que da distro instalada no computador. O Mint costumava vir com uma ferramenta específica para “queimar” imagens ISO em Pendrive, ferramenta essa que não vinha com o Debian e o Kubuntu. Aquela ferramenta do Mint funcionou, para mim, com ISOs de várias distros, mas havia uma ou outra que não dava certo.

Aí, existem outras ferramentas, como as que foram citadas pelos colegas. ─ Quanto a isso, não tenho dica nenhuma, pois nunca recorri a elas.

Quando eu tinha algum problema, ia no site da distro cuja ISO queria gravar, e procurava as recomendações específicas para ela. ─ Em vários casos, ensinavam a gravar o Pendrive pelo comando dd, com alguns parâmetros. Para mim, isso sempre resolveu.

Por fim, adotei o hábito de “queimar” as ISOs em DVD (para guardar). Uso sempre o K3b (do KDE) e nunca mais tive problemas. Não é solução universal, pois hoje em dia muitas máquinas não têm leitora / gravadora de DVD. Mas se tiver, vale a pena tentar.

Uma última possibilidade:

  1. Possíveis incompatibilidades, tipo BIOS versus UEFI ─ caso sua máquina esteja configurada para uma, e a ISO tenha sido gravada no Pendrive para usar a outra.
3 curtidas

O esquisito é que esse problema começou depois de eu fazer essa instalação limpa do Debian 10 XFCE. Acho que há alguma peculiaridade com o Debian, na hora de bootar o pendrive, que estou deixando passar batido.

De novo, o boot pelo pendrive é controlado pela BIOS, não interessa qual OS está instalado, ou mesmo nenhum. Use outro programa para queimar o pendrive.

2 curtidas

Esses dias, vi uma dica de usar o programa “Discos” (Disk Manager, Gnome Disks), para gravar a ISO no Pendrive ─ que deve estar presente no Debian.

1 curtida

Já testei esse. Sem sucesso. Chegando em casa, testarei o Etcher. Darei o feedback a vocês se der certo. (e se não der, também haha).

1 curtida

[ATUALIZAÇÃO] Usei o Etcher e mesmo assim ainda sem sucesso. Revirei a interweb e não achei nada que posso me ajudar. Se alguém tiver algo a mais para compartilhar, agradeceria muito mesmo.

Se é o Pop_OS que você quer bootar pelo Pendrive, verifique se seguiu a receita do site, em todos os detalhes:

Estamos todos supondo que você conseguiu baixar a ISO sem erros, e se certificou da integridade pelo Sha256sum, claro.

Enfim, sempre resta a possibilidade de ser alguma opção da BIOS, que não tenhamos lembrado de examinar até agora.

Não compreendi esta afirmação (acima). Eu sempre dou boot por 1 dessas 2 maneiras:

  1. Se o computador está desligado, apenas ligo ─ e se quero ver ou mudar alguma opção na BIOS, aperto DEL e continuo apertando. Para mim, nunca falhou, nem no antigo PC de 2009, nem no PC que montei em 2020 (ambos com Mobo Asus). ─ Existem outras teclas, conforme a placa-mãe, mas no meu caso sempre deu certo manter DEL pressionado desde o momento em que ligo o computador.

  2. Se estou rodando uma distro com KDE, Menu >> Power / Session >> Restart. Depois disso, espero até sair completamente da distro que encerrei. ─ Daí por diante, a mesma coisa: ─ Manter DEL pressionado até entrar nas configurações da BIOS (UEFI, no novo PC) ─ ou apenas esperar, quando quero ir direto para o Grub.

Nada de “terminal”, em nenhum momento do boot. ─ “Terminal”, no meu entendimento, é um aplicativo (Konsole, pois sempre uso KDE) que roda “dentro” de uma distro. ─ Dar boot significa sair de uma distro e reiniciar o computador. Nessa hora, não existe “terminal”.

A menos, claro, que você queira rodar o Pop_OS em uma VM ou algo assim. ─ Disso, não posso falar, pois não tenho nenhuma experiência com VM.

Reforço o que o colega falou: ─ Na hora de dar boot pelo Pendrive, não faz diferença nenhuma, se você tem o Debian instalado, ou qualquer outra distro Linux instalada.

Considerando suas 2 afirmações ─ sobre dar “boot pelo terminal”, e o que você imagina sobre Debian estar atrapalhando ─ fico com a impressão de que temos um “problema de linguagem”…

… ou seja, talvez nós não estejamos entendendo o que você diz, e talvez você não esteja entendendo o que nós dizemos. ─ Tentemos chegar a uma linguagem comum, antes que seu Pendrive chegue ao fim da vida útil, de tanto gravar e tornar a gravar a ISO do Pop_OS :grinning:

1 curtida

Certo, peço desculpas pela linguagem que utilizei. Primeiro, eu sempre criei minhas isos no pendrive, via: terminal, usando o comando “dd”. Depois de ter instalado o Debian 10 XFCE, estou tendo o seguinte problema, já criei um pendrive bootavel com várias distros, estando no Debian, por vários meios (terminal, Etcher, Ventoy, terminal…) nenhuma deu sucesso na hora de bootar, mesmo eu deixando a prioridade do Setup, para bootar pelo pendrive, sempre volta para a tela inicial do GNU GRUB.

1 curtida

Tentou com mais de um pendrive? Pergunta besta mas relevante…

2 curtidas

Boa noite!
o sistema operacional não tem nenhuma influência no hardware na hora do boot , voçê pode está usando qualquer sistema no pendriver , o que pode está havendo é , alguma configuração na BIOS , algo como SECURY-BOOT , LEGACY ou UEFI , talvez o formato que a montágem pelo terminal está entregando não é compativél com as configurações da sua BIOS , ou a iso que voçê quer montar tambem não aceita a montagem pelo terminal , veja tambem a idade ou especificações do seu PC , pesquise sobre o POP OS 20.10 se aceita o tipo de montágem que voçê está fazendo pelo terminal , em fim são trocentas causas provavéis que está causando seu problema.

Obs: eu tive um problema parecido com o Xubuntu 20.10 , montei o pendriver em quase todos os programas que exitem para montar pendriver bootavél , ai o unico que me salvou foi o UNetBootin mas depois voltei para a versão 20.04.2 , e quando quero tstar alguma distro u uso somente o Ventoy , após instalar basta copiar a ISO para o pendriver e pronto ele dar boot sem problema algum.

2 curtidas

Não querendo complicar mais nem nada mas, depois que fiz um update da bios da placa mãe, tive problemas com pen drives e distros Linux. Não aparecia em modo UEFI, somente Legacy. Horrível.

Sugiro desligar seu pc, tirar da tomada, e apertar e segurar o botão de ligar com ele desligado por alguns segundos. Depois religa, e vê se muda algo. Deve identificar o pendrive e colocar pra rodar. Outra opção é você ir direto na tela de seleção do device para boot e selecionar o pendrive por lá.

3 curtidas

Tambem faz todo sentido!

2 curtidas

Olha vou deixar um conselho!
sei que pode ir de contra a sua vontade maaasssss, aconselho que baixe a versão 20.04 do POP OS , pois todas as distros baseada no Ubuuntu 20.10 não é oficial , pois se trada de um Beta da versão 21.04 do Ubuntu. assim é natural quaisquer bug,s nas ISO,s em geral.

2 curtidas

Estou baixando a ISO na versão 20.04 e vou adiciona-lo em meu pendriver com o ventoy e vou testar , após isso dou uma resposta.


Meu PC é um Atom D2550 Dual-Core (4x) 1.86ghz 4GB de ram , bem fraquinho.

1 curtida