Combo Mini-review Redragon Seyfert e Orico Sound Adapter

Já faz algum tempo que decidi que preciso começar a fazer conteúdo em áudio/vídeo, tanto para divulgar meu trabalho com marketing digital, quanto para compartilhar conhecimento e dessa forma alcançar mais pessoas.

Ao longo dos últimos 2 anos tenho investido parte do meu tempo analisando como grandes canais e influenciadores trabalham, e também, investindo em hardware para executar esse projeto.

Minhas últimas aquisições para me ajudar nessa jornada foram:

  • Um microfone.
  • Um adaptador de som USB.

Vamos conhecer um pouco sobre o Redragon Seyfert e Orico USB Sound Adapter.

Ah! Isso não é uma publi :slight_smile:

Antes que venham me acusar de estar sendo pago, quero deixar claro que não é o caso, mas se alguém da Redragon se interessar… é só me ligar. :wink:

Qual era o problema afinal?

Meu setup de trabalho é bastante simples, e tem me servido muito bem até o momento, tendo inclusive me permitido participar da LatinoWare com os membros da equipe Diolinux. Neste ano, pretendo investir em uma GPU nova se a Nvidia permitir (aceito doações), mas hoje estamos aqui para falar de som.

Eu utilizo o microfone Redragon Seyfert - que mesmo sendo um modelo de entrada - entrega um resultado bacana dado o investimento, menos de R$250 já com o frete. O problema que eu estava enfrentando foi que, mesmo fazendo todos os ajustes possíveis, eu não conseguia me livrar de um pequeno chiado nas gravações.

:arrow_right: Confiram uma amostra aqui.


Uma das opções seria tratar o áudio na pós-produção, mas, seguindo os conselhos da minha referência em edições Leo Lopes do Radiofobia podcast, eu queria garantir o melhor resultado possível já na captação, para que o “produto geral” fosse consistentemente bom e houvesse menos trabalho na edição.

Redragon Seyfert: características


Eu escolhi o Seyfert porque é um modelo que possui bastante reviews na internet e se encaixava no valor que eu tinha para investir. No site da Redragon, o Seyfert é identificado pelo modelo GM100.

Algumas das características, segundo o fabricante:

  • Microfone para uso em Streams, Games ou para Criação de Conteúdo.
  • Design Moderno com Acessórios Extras para maior qualidade de uso.
  • Microfone Condensador de altíssima qualidade com captação Omnidirecional.
  • Conector Padrão de 3,5 mm para compatibilidade com Desktops, Laptops, Tablets e Smartphones.
  • Suporte de tripé portátil, rotativo e dobrável.
  • Pop-filter incluso para melhor qualidade na captação próxima ao microfone

Eu comprei o microfone pelo Mercado Livre e fiquei bastante contente com a qualidade da construção do produto. O comprimento do cabo também é muito bom (1,8 m) o que me permite colocar o microfone em uma posição confortável diretamente à minha frente.

Alguns pontos que poderiam ser melhores no Seyfert:

  • ele tomba com alguma facilidade.
  • os pés são revestidos com um plástico seco, se fosse um material emborrachado, melhoraria a fixação e ajudaria na eliminação de pequenas batidas.

Como melhorei o som então?

Como membro fundador do SDA obviamente era meu dever testar diversas distros para garantir a melhor combinação de software possível e após passar por alguns problemas no Debian SID, acabei migrando para o Pop!OS 20.10.

Eu ativei o cancelamento de ruído e eco, criei um device com flags específicas no PulseAudio, passei a utilizar um kernel de baixa latência, etc., etc. Todos os procedimentos sempre deixavam alguma sequela, seja um volume muito baixo, o som “achatado” e sem nuances ou a voz robótica.

Meu chute é de que esse ruído é alguma interferência elétrica, mas sendo a instalação elétrica da minha casa nova (menos de 3 anos) e aterrada, fiquei sem ter muitas outras opções para eliminar.

Critérios de escolha para o adaptador

Eu já havia aceitado haver uma limitação da qualidade que eu conseguiria com este conjunto, e entendi que somente adicionando uma nova variável eu poderia conseguir uma captação melhor. E foi neste ponto que comecei a procurar por novas placas de som.

Estudei vários modelos de placas de som entre externas e internas, mas o fator preço acabou eliminando todas as placas de som internas. Porque nenhuma das opções com qualidade suficiente, custava menos que R$ 500. Dentre as placas externas, precisei fazer alguns filtros, porque na internet existem opções por R$ 10 - o que deixou clara a necessidade de pesquisar para não jogar dinheiro fora.

Os critérios que estabeleci foram basicamente estes:

  • o fabricante do equipamento precisava ser conhecido, para que eu pudesse acionar o suporte se fosse necessário.
  • tinha que ser um equipamento amplamente aceito no mercado, contando com reviews e indicações.
  • boa construção.
  • preferencialmente USB 3.0.
  • não podia me custar um rim.

O Vencedor: Orico USB Sound Adapter


Eu não conhecia esse fabricante antes de iniciar minha pesquisa, mas alguns fatores pesaram bastante a seu favor, como possuir um site bem completo, informações claras sobre os produtos, um leque de soluções diversificado e ter uma representação no Brasil.

Segundo o próprio site da Orico: “Esta placa de som externa tem volume ajustável, saída de 3 portas, botão de microfone externo e livre de drivers, adota a solução de alta qualidade, desfrute de música e filmes com mais perfeição.”

Alguns pontos positivos:

  • a construção parecia ser um plástico de qualidade.
  • possui 3 conectores: headset, microfone e fone de ouvido.
  • possui botão para mutar o microfone e a saída de áudio.
  • botão para ajustar o volume da saída.

Tenho apenas duas críticas ao Orico Sound Adapter: o ajuste de volume poderia possuir um marcador visível no botão, para facilitar o ajuste visual. E o cabo poderia ser um pouco maior, para que dessa forma fosse possível ajustá-lo melhor sobre a mesa.

Como ficou o resultado?

Eu realmente fiquei bastante contente quando conectei o adaptador na porta USB e o sistema operacional automaticamente detectou todas as novas saídas e entradas. Ao plugar o microfone e meu headset tudo funcionou automaticamente, sem a necessidade de ajustes manuais.

Depois de fuçar um pouco estudando as novas conexões, finalmente fui para o OBS Studio fazer o primeiro teste de captura e este é o resultado sem filtros.

**:arrow_right: Amostra de captura usando o adaptador sem pós-processamento


Meus aprendizados nessa jornada

Produzir conteúdo está mais ao alcance do que nunca, porque com tantas soluções disponíveis, é possível conseguir um nível de qualidade muito bom. Mas, justamente por isso, é preciso ficar atento no que você está entregando, porque a concorrência e o nível de exigência do público nunca foram tão elevados.

Estou bastante satisfeito com os resultados do microfone Redragon Seyfert e me sinto muito mais confiante no resultado que consigo entregar agora.

Penso que se você pretende criar de forma profissional, não basta oferecer um bom conteúdo, o áudio e a edição precisam ser compatíveis com o padrão de qualidade que o mercado exige.

Como é seu setup? Você utiliza algum microfone dedicado ou apenas um headset?

Deixe seus comentários e vamos seguir com essa discussão no nosso fórum.


Foto de Davis Sanchez no Pexels
Demais imagens foram retiradas dos sites dos fabricantes.

Redragon Seyfert - compre pelo link de afiliado e ajude o projeto

6 curtidas

Quanto foi? Me interessou…

1 curtida

O microfone foi R$ 240 e o adaptador foi R$111, ambos no Mercado Livre.

:vulcan_salute:

1 curtida

Vai pra wishlist, eu já tenho um Shore SM58 com cabo XLR-P10 e um adaptador P10-P2 stereo… daí ainda falta um pedestal de mesa, mas isso é baratinho (desde que eu tenha $$)… a placa tá com bom preço sim

1 curtida