Comandos Terminal

Creio Que as Distros linux podiam tentar unificar os comandos do terminal, isso traria mais pessoas para o sistema e o tornaria mais amigável, pois quem soubesse utilizar o ubuntu, também conseguiria utilizar o fedora, manjaro e etc…

Distros linux hoje em dia são que nem mortal kombat, cada jogo os são comando diferentes para fazer os golpes, e futuramente espero que as distros linux sejam mais street fighter que a 30 anos o modo de fazer golpes são os mesmo em 100% dos jogos.

#linuxmenosmortalkombat
#linuxmaisstreetfighter

Isso não é bem verdade, a grande maioria dos comandos são exatamente os mesmos em todas as distros, ou ao menos na maioria esmagadora. Os comandos que mais costumam variar de distro para distro são os comandos para gerenciar pacotes (instalar, remover, atualizar…), e mesmo assim esses comandos também são os mesmos em várias distros.

Por ex, no Debian e em quase todas as suas centenas, talvez até milhares de derivações os comandos do gerenciador de pacotes é o mesmo “apt”. Salvo algumas derivações como o KDE Neon que tem pequenas diferenças, mas são diferenças bem fáceis de absorver.
Assim como também em todos os derivados do Arch tu pode usar o “pacman” para instalar, remover e atualizar pacotes.

Os comandos para navegar no sistema de arquivos, criar, remover, renomear, abrir, executar arquivos são absolutamente os mesmos em todas as distros que eu já usei…

Então se tu aprender a usar o Ubuntu por ex, tem mais uma infinidade de distro que usam exatamente os mesmos comandos para TUDO.
Se tu aprendeu no Ubuntu e quer ir para o Arch, é extremamente fácil aprender os comandos do “pacman” que “substitui” o “apt”. Realmente esse teu comentário não fez muito sentido pra mim.

Mas se tu quis dizer algo que eu não tenha entendido corretamente, me avisa aí. haha

2 Curtidas

Não entendi o seu comentário porque 90% dos comandos do Linux são universais funcionam em quase todas as distros, mas o que talvez você esteja falando dos comandos dos gerenciadores de pacotes como apt e dnf (que ainda são não tem uma diferença absimal), ou talvez você esteja falando dos comandos relacionados ao init system SystemD em distros que não usa ele , mas fora isso os comandos são basicamente os mesmos

1 Curtida

Concordo com o @Jedi_Fonseca e com o @Keviny

Temos que levar em consideração também, que, apesar de todas serem baseadas no kernel linux, cada distribuição é um sistema operacional diferente, sendo assim, diferenças são esperadas.

Enfim, eu comecei no linux mint, passei pelo Debian, mudei de base e usei o fedora quando estava estudando distros corporativas, mudei de base novamente e fui para o manjaro e, por fim, estou no arch. No que se refere a comandos de terminal, só o gerenciador de pacotes mudou, mas para quem já se familiarizou com o conceito, adaptar-se é bem fácil.

2 Curtidas