Com qual distro você iniciou no mundo Linux?


#61

Eu apenas tinha ouvido falar que existia um “Sistema operacional chamado Linux” (era assim que eu chamava kkkkk), depois vi pela primeira vez na escola em 2009 o Kurumim não lembro que versão era, e achei um sistema mais bonito que meu Windows XP.
Daí depois de fazer um curso de manutenção de computadores, percebi que eles nem sequer falavam do “linux”, então resolvi pesquisar sobre o assunto, e passei a entender mais sobre Kernel, interfaces graficas, e etc… e resolvi testar no computador que havia acabado de montar fazendo um dual boot com o ubuntu 12.04 lts. Esse sim foi o começo de tudo!


#62

Eu era fã de personalização, comecei usando o ubuntu 11.04 se não me engano numa máquina virtual para experimentar, a primeira versão que eu usei mesmo como distro instalada no PC foi a 12.04, hoje uso a 18.04 e o Windows 10 no mesmo Pc por necessidade. mas já testei várias como o elementary OS.


#63

Comecei com o famoso Ubuntu, mas achei que ele deixava meu notebook com cara de laptop da Xuxa kkkkkk. Foi quando instalei o Mint ( Silvia acho), foi amor a primeira vista! Achei ele elegante, moderno, com um menu bem organizado por categorias, notei até que ele tem transferências USB mais rápida que outras distros… Hoje, tenho um not Lenovo basicão rodando Mint cinnamon como principal, e Astronomy OS e Kali para brincar um pouco.


#64

Iniciei no Ubuntu 14.04 e continuo com ele, só que no Ubuntu Mate 18.04.


#65

Comecei com o Kurumin 5


#66

kurumim
kurumin
kurumim


#67

Com o bom e velho Kurumin


#68

O primeiro contato que tive foi com lendário Kurumin (não lembro qual versão exatamente) nas aula de informática no ensino fundamental, lá pelos idos de 2006-2007.


#69

Saudades do grande mestre Morimoto.


#70

Eu particularmente sempre tentei dar umas escapadas pro mundo linux, por que sempre diziam que linux era coisa de hacker e programador(duas coisas que eu algum dia queria ser), mas sempre que eu tentava usar eu usava o Ubuntu, na época usava Unity, e pra quem vem do Windows é uma diferença grande, nunca cheguei a me acostumar. Até que entrei na faculdade, e resolvi usar linux full time, com o linux mint e a experiencia foi bem mais fácil, mas a distro que me fez olhar o mundo linux com olhos diferentes foi o Debian(em questão de usabilidade). Então se existem duas distros que eu sou muito grato são o Mint e o Debian.


#71

SuSE Linux Enterprise Server em 2003.


#72

A primeira primeira já não tenho certeza… meu Pai foi quem se aventurou na primeira instalação de Linux em casa, mas me lembro de receber numa revista ou algo assim o TechLinux 2.0, Distro baseada no Conectiva com Gnome 1.

Foi o primeiro que a gente usou em casa, mas o primeiro que eu instalei por mim mesmo foi o Tech Linux 3.0… daí foi Kurumin, Debian, Ubuntu, Arch, Suse, Slack, Fedora, etc.

(cascalho… tô velho XD)


#73

Opa, @foxbit começamos com o mesmo sistema. :slight_smile: Conectiva Linux, porém, você ainda é mais velho que eu, minha primeira versão foi a 7.0 na qual estudei e tirei a minha primeira certificação de linux: Certficação Conectiva :slight_smile:


#74

Ainda hoje é bonito o danado!


#75

Ubuntu 8.04, Kurumin e Librix. Atualmente Linux Mint e Lubuntu quanto a máquina é muito antiga.


#76

Bateu a saudade do Kurumin!!!


#77

Era 1996 e eu comprei a Geek 06. No cd-rom do mês havia uma distro chamada WinLinux 2000. Era uma distro que instalava pelo Windows e criava um ícone na área de trabalho. Ao clicar duas vezes o computador era reiniciado e iniciava o Linux. Era baseada no Slackware 7.0 com kernel 2.2.14 com KDE 2.0 e rodava em partição FAT32. Foi o aperitivo. Depois dela passei por Conectiva 5/6/7/8, Mandrake 8.0/8.1/8.2/9.0/9.1/10.0, SuSE 9.2, Red Hat 7.3, Kurumin 5/6/7, Ubuntu 8.04 até 14.04. Também experimentei PinguyOS, Elementary OS, Mint, entre outras mas hoje em dia rodo Salix OS 14.2 XFCE (baseada no Slackware 14.2).


#78

Cara… Eu lembro desse winlinux! Mas não cheguei a usar,


#79

Comecei lá pelos idos do ano de 2001 com Red Hat, que instalei usando um CD que veio numa revista que comprei na banca de jornal.


#80

Cai aleatoriamente em 2015 num vídeo do Diolinux. Em 2016, comecei a assistir um vídeo atrás do outro, porque tinha acabado de entrar na faculdade e numa greve simultaneamente, e a gostar bastante do que tava vendo. Quando minha faculdade voltou a funcionar, alguns dos computadores de lá usavam o Ubuntu 14.04, assim como uma colega, alguns outros computadores de la usavam o Mint (não sei em qual versão, mas uma versão antiga também, até hoje) e um outro amigo meu usava uma outra distro, que não sei qual era. No começo de 2017 tomei coragem e pedi pra formatarem meu notebook pra mim, na época não fazia ideia em como fazer, e pedi pra instalarem o Ubuntu 16.04, porque era a distro que eu mais via falar na internet, principalmente no Diolinux, que já era um dos canais que eu mais acompanhava. A partir daí, continuei estudando sobre as distribuições e troquei de distro mais duas vezes. A primeira vez, porque fiz merda e não conseguia instalar, desinstalar ou atualizar programa nenhum no Ubuntu mais. Fui pro Deepin, porque me encantei com a beleza do sistema, mas fiz merda de novo, o computador só ligava em modo de recuperação, não sabia como resolver e formatei outra vez. Tô no Mint 18.3 agora, e tô gostando bastante, mas já com um fogo pra mudar de distro. Talvez volte pro Ubuntu, talvez pro Deepin, penso em ir pra alguma que não seja baseada no Debian também, pra ver alguma coisa diferente.