Clonar partiçao HDD para SSD e trocar equpamento sem formatar

Olá!

Estamos para fazer um upgrade de um equipamento de um colega.
Bem, vai “sobrar” um SSD de 240GB (em ambiente de trabalho nunca sobra algo em T.I.).

Minha máquina atual tem uma placa-mãe gigabyte, intel i5 2ª geração, 16GB RAM, HDD 500GB (200GB Linux Mint 19.2 x64 Cinnamom - 3GB swap - restante para dados em geral em NTFS), VGA nVidia GT 520;

A outra máquiina tem placa-mãe ASUS e um i7 4ª geração com 8GB RAM. Os 16GB RM do i5 serão instalados nessa i7; VGA nVidia GT630.

Pretendo utilizar o Clonezilla para clonar a partição Linux do HDD para o SSD full. O SSD será utilizado integralmente pelo LM, sem qualquer partição. Pretendo redimensionar o HDD e deixar uma ext3 para o timeshift, uns 4GB para SWAP e o restante para dados.

Clonando o LM do HDD para o SSD, pretendo ligar direto o SSD nesse i7… em teoria, deverá funcionar ou tem alguma situação que deve ser observada?

A ideia de clonar é para não perder as configurações, mapeamentos da rede, eetc e, claro, para fins de prática de “clonagem”, que nunca fiz. :smiley:

2 Curtidas

@elviolmp legal ja usei o CloneZilla pra esta finalidade assim como já passei também pela experiência de usar um disco em outra maquina totalmente diferente e o Linux reconhecer o hardware sem estranhar com muita coisa. Pode ser que você tenha algum susto por conta da placa de vídeo mais acredito que de resto tudo vai rodar tranquilamente. Boa sorte e posta o resultado da brincadeira. :love_you_gesture:t5:

1 Curtida

Você pode utilizar o Clonezilla, o próprio Gparted ou mesmo o rsync para fazer essa cópia sem perda de dados.

Se estiver com coragem para testar algo avançado dê uma olhada em documentação sobre o DD.

:vulcan_salute:

1 Curtida

Rsync nunca usei . Qual é o parâmetro ?

Como dica fica o Deepin Clone também, ferramente extremamente simples

Fonte: https://www.deepin.org/en/original/deepin-clone/

Você monta as duas unidades e faz um:
rsync --archive --recursive --verbose --progress origem destino

Normalmente é bem útil quando as partições são de tamanhos diferentes e simplesmente clonar não é uma opção, existem opções de clonagem que conseguem lidar com partições de diferentes tamanhos mas é preciso usar com extrema cautela.

Se quiser um exemplo mais especifico, dá uma lida nesse artigo aqui

:vulcan_salute:t4:.

Bom… fiz a clonagem da partição do HD para o SSD… deu quase tudo certo, exceto, na hora do boot, que tive que utilizar o pendrive/live e fazer um boot repair e, depois de criar uma partição para boot e restaurar a inicialização, tudo certo, deu boot normalmente.
O único detalhe é que, ao definir o tamanho da partição de boot no ssd, ao invés de digitar 250MB, coloquei 25GB, ou seja, acho que vou redimensionar de novo. Fazer essa tarefa exausto no final do dia (noite a dentro) às vezes dá essas bobeiras!

1 Curtida

Que bom que deu certo! Eu já fiz também essa mudança várias vezes e os dois pontos que sempre pegam são 1) no bootloader (que você teve problema)., tanto na instalação quanto na configuração dos parâmetros de boot, e 2) nos pontos de montagem no /etc/fstab (quando muda o UUID da partição raiz)

O linux é muito legal de mexer! Teve vez que meu desktop arriou a placa de vídeo, simplesmente tirei o ssd e coloquei no Notebook e continuei usando enquanto não arrumava o problema.

Olá!

Bem, depois de reiniciar umas duas ou três vezes, após a clonagem, eu imaginava que o tempo de boot após a senha seria mais rápido, no entanto, estou observando certa lentidão após a digitação da senha. Do POST até a senha, ok, vai rápido, após a senha, a tela fica preta e demora para exibir a área de trabalho. O meu PC de casa, que é mais velho, 4GB RAM, com SSD, após a senha, é bem mais rápido, imagino que esse equipamento.
Como ou o que eu poderia “analisar” para tentar identificar essa lentidão? (caso alguém tenha alguma dica!)
Em tempo, ajustei parâmetros no /etc/fstab para o SSD com “noatime” e “nodiratime”.
A swap e o TimeShift continuam no HD, com a ideia de não utilizar espaço no SSD além de reduzir as escritas no mesmo.

Está parecendo que é alguma coisa rodando no seu perfil, visto que a lentidão fica depois da sua senha. Vamos ver o que está causando, digite:

systemd-analyze --user

Para termos uma noção.

Estava dando uma olhada e tem 2 tópicos que vão de encontro ao que você está relatando, acredito que possam te ajudar também:

Tudo beleza? Se você adicionou os dois parâmetros, sugiro retirar o “nodiratime”, isso porque o “noatime” automaticamente já aplica o outro.

Fonte:
https://www.novell.com/documentation/open-enterprise-server-2018/stor_nss_lx/data/b55ln8c.html
http://blog.daniloshiga.com/2013/11/escrita-na-hd-noatime-nodiratime/

1 Curtida

Resultado:
elvio@pc-elvio:~$ systemd-analyze --user
Startup finished in 43ms (userspace) = 43ms
default.target reached after 1min 4.273s in userspace
elvio@pc-elvio:~$

ok… retirei… como estou no ambiente de trabalho, vou testar reiniciando na parte da tarde.

outra cousa…
com um journalctl --b | grep failed encontrei:
set 26 08:52:25 pc-elvio systemd[1]: mnt-HD500GB.mount: Job mnt-HD500GB.mount/start failed with result ‘dependency’.
set 26 08:52:25 pc-elvio systemd[1]: dev-disk-by\x2duuid-229139AA1E39EBA9.device: Job dev-disk-by\x2duuid-229139AA1E39EBA9.device/start failed with result ‘timeout’.
… ou seja, esqueci que removi um segundo HD que eu montava automaticamente… comentei a linha do fstab… a tarde vou testar de novo.

… e, executando um
$systemd-analyze plot > boot_analysis.svg