ChromeOS Flex: uma maneira fácil de reaproveitar PCs antigos

O Google certificou 295 PCs/Macs para rodar o ChromeOS Flex, versão do ChromeOS que roda em computadores padrão.

Ela promove o sistema operacional para as empresas aumentarem a segurança e evitar o lixo eletrônico, permitindo que pessoas não habituadas ao Linux revivam PCs antigos.

A gama completa de dispositivos compatíveis está disponível na página de ajuda do ChromeOS Flex e inclui dispositivos dos principais fabricantes.

Mesmo que os computadores mais antigos não sejam oficialmente certificados para o ChromeOS Flex, os usuários podem baixá-lo, colocá-lo em um pendrive e experimentá-lo.

Distribuições leves padrão do Linux também podem reduzir o lixo eletrônico usando máquinas que não recebem mais atualizações de SO proprietário, mas o ChromeOS Flex oferece uma solução amigável que é semelhante ao ChromeOS padrão.

Se o ChromeOS Flex se tornar mais popular, as empresas poderão optar por Chromebooks em vez de computadores Windows, quando fizerem upgrade de suas máquinas.

FONTE: aqui

5 curtidas

A versão estável saiu recentemente.

1 curtida

Eu teria fácil para uso na universidade, visto que se para muitos o Libreoffice ainda não é tão bom quanto o M$ Office o Google Docs substitui facilmente a suite proprietária da M$. De resto, para quem tem um hardware mais fraco talvez seja até uma opção melhor que instalar um Xubuntu da vida; especialmente pra quem nunca usou Linux. Meus colegas que tinham pc’s fracos hoje estão de Xubuntu e Mint, ambos são formados em direito, e para eles não foi problema nenhum usar o Libreoffice já que utilizavam-no já no Windows, agora para quem nunca usou a suíte alternativa é sempre a desculpa para não migrar de uma vez.

1 curtida

Sem dúvidas, comprar um Chromebook hoje em dia é a melhor opção pra quem precisa de um notebook só pra estudar, é consideravelmente mais barato e dado a popularização dos smartphones, pra quem nunca usou um notebook na vida a adaptação é bem mais rápida. Infelizmente eu nunca cheguei a utilizar um pessoalmente, mas vários colégios da minha cidade distribuíram para os alunos e sempre ouvi bem deles, mesmo os modelos mais fracos.

2 curtidas