Bravo OS, remasterização brasileira baseada em PCLinuxOS

Boa noite camaradas,

Venho até vocês hoje para apresentar a nova versão disponível do Bravo OS, uma remasterização do PCLinuxOS, ou seja, com a qualidade de uma boa distro rpm, mas com o gerenciador de pacotes Synaptic junto ao APT. Outro ponto importante é ser rolling release, o que permite ao sistema estar sempre atualizado.

A versão em questão é a 7.1.hubble , que traz:

  • KDE Plasma 5.18;
  • Kernel Linux 5.4.11;
  • Linguagem pt_BR padrão;
  • Programas essenciais;
  • Suporte a pacotes Flatpak pré-instalado;

O Download pode ser feito através dos sites:
www.brvlabs.weebly.com ou www.brvos.sourceforge.io

11 Curtidas

Seja vem vindo de volta @phsousa!
Sempre um prazer termos notícias de uma nova versão de uma distro, ainda mais sendo brasileira!

Sempre que tiver novidades para compartilhar conosco, fique a vontade.

4 Curtidas

Como funciona a relação de um gerenciador de pacotes normalmente utilizado em outra “família” de distribuições com uma distribuição fora dessa família?

1 Curtida

Ótima pergunta. Poucas pessoas sabem que o Synaptic é original do projeto conectiva, que usava rpm. Então a sincronia de tudo é muito perfeita, roda nativamente.

1 Curtida

Essencialmente você pode versionar qualquer coisa com o APT, até arquivos completamente aleatórios como .mp3, .pdf… ele leva o "Advanced" de Advanced Package Tool muito ao pé da letra, ao mesmo tempo que oferece uma interface simples pra gerenciar tudo. É um processo muito simples, requer poucos passos:

  1. Liste os arquivos em um arquivo chamado Packages e compacte com gzip, cada arquivo deve ter uma entrada assim:
Package: nome-do-arquivo-nesse-estilo
Version: versão do pacote
Architecture: all (ou arquitetura)
Installed-Size: tamanho do arquivo (descompactado se for o caso)
Depends: Dependencias, se, tiver
Filename: NomeDoArquivo.ext
MD5sum: assinatura_soma_MD5
SHA1: assinatura_SHA1
SHA256: assinatura_SHA256
Priority: optional
  1. Faça upload dos arquivos e do Packages.gz (nesse exemplo na mesma pasta)

  2. Adicione essa linha ao sources.list:

deb URL ./
  1. Manipule a função install do APT para chamar o programa que vai gerenciar esses arquivo, isso pode ser feito com um shell script bem simples

E só, simples assim

2 Curtidas

pode mandar o github/gitlab ou outro lugar onde fica o projeto? issue tracker etc…? se caso não ter, pretendem usar alguns destes serviços?

1 Curtida

Bom dia @fastos2016 Renato!

Não possuo esses serviços.

O projeto é uma remasterização tradicional, ou seja, não tem código adicional. É feito apenas uns retoques visuais e uma seleção melhoradas de programas, além do versionamento que não acompanha o #PCLinuxOS. Por esse motivo por hora não pretendo investir tempo nesse tipo de coisa, prefiro ampliar a documentação.

Referente a necessidade da existência eu poderia te dizer, um depende. Mas assim, contribuo nos fóruns e grupos de discussão do PCLinuxOS, inclusive mantenho contato com Alessandro Ebersol, chefe da comunidade brasileira.

4 Curtidas

O que ele disse é se tem algum meio de relatar bugs, sou obrigado a concordar que isso é necessário, até porque você presta suporte

2 Curtidas

Tem o fórum comunitário, e os clientes possuem contato direto através de whatsapp, telegram, email!

1 Curtida

O PcLinuxOS é uma distro legal.

Esse projeto tem alguma coisa a ver com as isos que o pessoal da comunidade brasileira soltava? Não lembro se eles faziam uma remaster ou se só traduziam a distro completamente, porque lembro de ela apresentar alguns problemas na tradução para o português.

1 Curtida

@Tuxraldo Não tem relação, mas como citei acima contribuo com fórum e grupos de discussão. O projeto brasileiro ainda existe e continua forte, eles inclusive possuem o repositório nacional, referente a tradução é talvez alguma desajuste apenas, fácil de corrigir.

A base eu pego do PCLinuxOS americano e aplico as traduções necessárias, até para evitar algum vício que ocorra na versão brasileira.

Saiu uma review do Bravo OS, alguns dos apontamentos ja foram corrigidos na versão mais recente disponível para download!

Vídeo no canal Jaucity

Bela trabalho, pode não parecer mas de vez em quando buscava informações sobre ele desde que vi um print seu no Apresente o seu desktop e mostre o quanto o Linux é bonito, porém era outro visual e outra DE que eu achei interessante na época.

Mesmo assim, apesar de nunca ter utilizado o PCLinuxOS, aparentemente está bem trabalhada sua distro!

1 Curtida

Vamos considera-la apenas uma “remasterização”. Aos poucos vou ajustando, soltando isos quinzenais, com as atualizações que são diversas no pclinuxos e correções que vão sendo necessárias.

As isos quinzenais me ajudam a sempre fornecer com o software mais novo, pra mim que uso pra trabalho e para quem for baixar, não vai precisar de muitas atualizações logo de cara.

1 Curtida

Uma dúvida básica: eu consigo instalar nele o Java da Oracle? Fiquei curioso para instalar, mas estou fazendo meu IRPF, e na distro que estou utilizando no momento já tem tudo instalado e rodando blz. Grande abraço e sucesso!

1 Curtida

Quando inicio pelo livecd, pede senha. O usuário disponível é o user, mas a senha não é a mesma do usuário. Como faço login?

1 Curtida

Acho mais aconselhável terminar o que é importante e depois fazer testes, mas já adianto que provavelmente é possível sim instalar (acho que praticamente todas as distros são), só procurar como instalar da maneira correta

1 Curtida

Boa tarde. Arquivo com usuário / senha disponível no download.

A senha sempre é “root”

Sim. Mas te aconselho terminar primeiro para depois testar, ou colocar em VM!