Beta de Ubuntu Web Remix é lançado para rivalizar com Chrome OS

O mesmo desenvolvedorndo Ubuntu Unity lançou o Ubuntu Web Remix em fase beta com suporte a apps Android. Ele vem por padrão o Firefox, será que dá para instalar o Chrome?

5 Curtidas

Eu vi um vídeo, os webapps são em grande parte baseados na NextCloud

1 Curtida

Estou por fora sobre o assunto, e Olhar Digital é famosa por trazer desinformações com assuntos Linux.

Matéria diz que esta versão aí (ainda em beta) está sendo desenvolvida pela equipe que foi responsável pela descontinuada interface Unity, cuja equipe nem sei se ainda pertence à Canonical ou não.
Gostaria de saber, se este Ubuntu Web Remix pertence à Canonical, ou se será apenas uma versão alternativa não oficial.

Caso seja uma versão alternativa não oficial, seria interessante que eles não usassem o nome Ubuntu, acredito que poderia gerar confusão.

2 Curtidas

Como o nome diz, trata-se de 1 remix.

Concordo, mas veja q eles são estão conseguindo publicidade por causa do nome.

1 Curtida

Olhar Digital deletou a matéria.

Caso alguém tenha interesse, o link abaixo apresenta o assunto de forma correta:

https://9to5linux.com/ubuntu-web-remix-wants-to-be-a-chrome-os-alternative-beta-available-now

E para que não haja confusão… esta edição “Ubuntu Web Remix” não é oficial (como o título do Olhar Digital estava dando a entender).

3 Curtidas

Já tem algumas resenhas dele no YT

2 Curtidas

Vai morrer na praia

Olhar Digital removeu a vergonhosa matéria.

Acho que um sistema operacional focado em nuvem e webapps pode ser bem interessante para mim daqui há alguns anos.
Espero que o projeto saía da fase Remix e consiga se perpetuar como uma flavour oficial do Ubuntu. Eu tento colocar fé, mas não consigo, porque primeiramente já apoiei algumas Remixes e poucas delas sobreviveram por mais de um ano, e nenhuma alcançou o nivel de flavour oficial, a mais recente foi o Ubuntu Lumina Remix, que o desenvolvedor decidiu mudar totalmente a base e o foco da distro, primeiramente continuando no Linux, e depois indo para uma base *BSD.

Mas eu estou confuso com relação ao título, já que bom, o projeto ainda é uma Remix, e não uma flavour oficial do Ubuntu, mas né, deve ser o típico titulo sensacionalista que busca por cliques.

2 Curtidas

Ubuntu Web Remix não tem nenhuma ligação com a Canonical, Olhar Digital pirou na batatinha.

O negócio é aguardar alguma distribuição abraçar este conceito, e acredito que isto não esteja longe de acontecer, uma hora ou outra será anunciado alguma distribuição focada em nuvem.

1 Curtida

Eu não gosto de ser advogado do diabo, mas o cara deixa a entender que os projetos tem ligação com o Ubuntu e a Canonical:

Sem título

1 Curtida

Ele foi criador do UbuntuEd e Ubuntu Unity, e Ubuntu Web Remix é apenas um sabor “não-oficial” do Ubuntu, como uma alternativa ao Chrome OS e Chromium OS.

Se a Canonical irá se interessar pelo projeto dele no futuro, aí já não sei.

Sim, eu mesmo já estou avaliando algumas questões junto ao @eltonff. Em um primeiro momento, o TigerOS terá uma sessão no painel de boas-vindas chamado WebApps, que apresentará uma série de opções web.
Quanto ao Anbox e apps do Android, ainda tenho q avaliar junto aos desenvolvedores.

É uma questão muito complicada. Cheguei a ter uma versão do TigerOS com esse foco, mas qualquer problema com a conexão deixa o sistema inútil.

1 Curtida

Para quem quiser dar uma lida também, aqui está o post original do desenvolvedor que lançou essa distro no fórum do Ubuntu. Teve alguns haters, digamos assim, que disseram que não era necessário uma distro assim já que é possível transformar qualquer distro em Chome OS-like.

Não sei porque, mas quero que caso isso aconteça, que seja um BSD.

Para mim seria algo interessante ver um sistema totalmente com foco em nuvem, nem que seja algo extremamente infuncional em momentos sem acesso a rede, pretendo me preparar bem para o futuro onde tudo é nuvem, serviço e streaming.

Fato! Ao invés de criar + 1 distro (nesse caso, remaster), ter uma forma mais fácil de qualquer outra distro também ofereça webApps, seria muito melhor.

Na situação atual, o melhor mesmo é um mix, como proposta pela ReFiSeFuQui, pois leva muito tempo para criar algo minimamente interessante, mesmo que não usável sem internet. Então criar algo por criar, não é interessante.

2 Curtidas

você empacotou alguma .iso do TigerOS com esse foco?
Ou foi algo que nem chegou a ser empacotado?

Gerei a ISO e cheguei a instalar em umas poucas máquinas. Base 18.04.

Procedi da seguinte forma: criei diversos webApps através do Ice, pegando os links do gDocs, whatsApp e Photopea. Único realmente usado foi o do whatsApp :woozy_face:

A realidade é q o Tiger sempre foi algo particular, para instalar para meus clientes, não pra ser distribuído abertamente, até pq não tinha nada de inovador ou que chama-se atenção, começou sendo o Debian com KDE e depois Xubuntu minimalistas.

Só a poucas semanas que surgiu uma pessoa séria e comprometida em ajudar a criar os diferencias, que nem são ideias geniais ou exclusivas.

4 Curtidas