Atualizações offline no KDE Neon

Tem gerenciadores que verificam atualizações a cada 6 horas (4x / dia), e se não me engano, já vi até de 2 em 2 horas.

Isso é estressante. Se gostasse de estresse, ficava no Windows.

Mesmo as atualizações ditas “de segurança” não precisam disso – pelo menos, para um usuário doméstico. – Não é que uma brecha tenha se aberto naquele momento, e um bando de hackers estejam de tocaia para invadir meu pobre computador. Essas brechas estavam lá há meses, há anos, às vezes há décadas. A única novidade é que finalmente alguém notou, e até que enfim foi corrigida.

Essa ânsia por correções e atualizações o tempo todo é um outro lado da moeda – de querer transformar o Linux em um sistema 100% automatizado, supostamente para conquistar usuários viciados em querer tudo, sem precisar fazer nada. – Se quisermos oferecer tudo, a quem não quer entender nada, de fato teremos de oferecer andador, chão acolchoado, móveis sem quinas pra ninguém se machucar… em seguida, portas trancadas, pra ninguém sair andando onde não deve, janelas com grades para não cair, câmeras de vigilância “para proteger o usuário de si mesmo”, guardas armados pra não deixar fugir, e assim por diante.

Mas é melhor eu parar por aqui, pois o Discourse já está puxando minhas orelhas, ha ha.

2 curtidas

acho super legal para quem deseja manter o sistema como planejado. eu removo tudo e uso apenas o bom e velho synaptic. tem tudo o que preciso.

3 curtidas