Apresente o seu desktop e mostre o quanto o Linux é bonito


9 Curtidas

:eyes:

5 Curtidas

7 Curtidas

Arch | i3-gaps

14 Curtidas

Atualizando…

4 Curtidas

Arch i3 com bordas levemente arredondadas.

Créditos ao @jeffinshadow

12 Curtidas

Opa! Tá na mão, meu patrão.

Esse é o link do original: https://www.wallpaperflare.com/digital-digital-art-artwork-illustration-simple-simple-background-wallpaper-gjbkd

E esse é o meu com a cor de fundo modificada por mim mesmo hahaha:

4 Curtidas

Toma!!! vou ter que usar o tema kimi-dark para combinar (pena que usa os controles de janela tipo mac os, ninguém merece). Segue o link

11 Curtidas

Troquei de compositor e fui pro i3-gaps default.

Vantagens:

  • Fui pra uma versão que é atualizada e tem suporte (i3-gaps-rounded tava no limbo)
  • O wm tá mais liso que antes (provavelmente o combo com o picom ajudou)
  • Todo meu tearing sumiu (valeu picom)

Desvantagens:

  • Perdi os canto arredondado :sob: :sob: :sob:

Provavelmente não vou mexer nisso aqui mais até trocar de wm ou de distro (gentoo que me aguarde)

i3-gaps + polybar:

rofi menu:

terminal urxvt

Player de música cmus

Acho impressionante o tão pouco ele consome, tanto em armazenamento quanto em ram
tá com tudo que eu usava no plasma ocupando cerca de 6GB (isso pq eu tou com 2GB de swapfile no /) e consumindo cerca de 200mb de ram mesmo com compositor ativo, extendeu um pouco o tempo de vida da minha batata que eu chamo de note, recomendo mto pra quem quer mais desempenho e não tem medo de encarar um twm.

Eu mexi em mais coisas ai, inclusive tem um tema GTK custom, caso você queira usar algumas das configurações daqui é só clonar meus dotfiles.

Bem, acho que já falei dms, flw.

15 Curtidas

‘‘Macbuntu’’ era legal mas agora vamo de ‘‘RetroMint’’
Linux Mint 20

12 Curtidas

A curva de aprendizado é bem baixa, e eu já sabia mais ou menos como era por ter usado um script tiling no meu plasma a um tempo atrás. Acho que o difícil é você ir configurar ele do zero como um fiz sem nunca ter feito antes, aí pode gerar um pouco de dificuldade. Mas tem tantos tutoriais e arquivos de configuração espalhados por aí que fica mais fácil configurar.

Eles funcionam da mesma forma que em um DE normal, exceto pela parte de configurar temas pra eles, você precisa configurar temas gtk/qt separadamente pra funcionar da maneira que você quer. Se você configurar direitinho, dá pra conseguir uma boa integração visual.

Aqui alguns exemplos, o GIMP, o Nemo, o Evince e o File-roller são GTK, e o Telegram QT (com engine de temas própria). Bem configurado parece que tudo pertence ao mesmo tema.

5 Curtidas

Linux Mint 20 + Kde Plasma
Tema: Layan | Icones: Papirus | Latte Dock

7 Curtidas

Após dois anos usando o Manjaro (até hoje tive três fases no Linux, a primeira quando o descobri por minha irmã em 2016, instalei no meu PC o DuZeru, base Debian, usei até 2018, quando pensei que seria bom ter softwares mais atualizados, migrei para o Manjaro e fiquei com ele até semana passada). Migrei para o Pop_Os pois agora tenho um notebook com placa hibrida e buscava o melhor aproveitamento, estou me abitumando ao GNOME, e acho ele incrível até agora, ainda não me veio a vontade de instalar extensões e modificar completamente como fazia com o XFCE das distros anteriores, apenas coloquei um papel de parede para usá-lo por mais alguns anos. Eu realmente não sou muito de mudar de sistema, a não ser que exista realmente necessidade para isso.

Basicamente eu utilizo o computador para escrever trabalhos da faculdade, editar um podcast, ilustração, alguns poucos jogos e ocasionalmente editar vídeos. E felizmente o Linux mostrou-se maleável e eficiente para todas as minhas atividades, tenho os softwares que preciso, e liberdade para fazer do meu jeito.


A função Tile Windows do Pop_Os é perfeita para ir escrevendo no LibreOffice enquanto tem o PDF ao lado para realizar citações. E poder organizar tudo em diferentes áreas de trabalho é quase obrigatório no GNOME, coisa que facilita muito na organização. No XFCE eu buscava não abrir muitos softwares, simplesmente por que não existia tanta facilidade em organizar por áreas de trabalho.

E esse papel de parede lindo é de Moebius, indivíduo que me inspira muito quando vou fazer alguma ilustração (recomendo a leitura da HQ “O Incal” é simplesmente linda). E o que penso que torna o Linux bonito como diz o tópico é a imensa capacidade de personalização que faz de cada descktop um ambiente de personalidade. Minhas atividades estão muito ligadas ao mundo da criação artística, e muitos “artistas” buscam no digital um ambiente agradável para o trabalho, por algum motivo que nunca entendi, muitos gostam dos ambientes Apple, com seu Mac OS, é bonito sim, mas não traz tanta personalidade para o usuário, quanto o Linux e suas várias interfaces.

15 Curtidas

Fiz um vídeo mostrando como replicar minha customização do KDE Plasma, se alguém tiver interesse em ver está aqui.

14 Curtidas

Meu linux mint simples, perdoe a resolução ficou um pouco estranha porque eu uso o laptop em um monitor secundario que é 1080p e a placa de vídeo não tem um suporte legal para isso.

16 Curtidas

Segue ai meu Mint com Cinnamon. Minha distro preferida atualmente. =)

14 Curtidas

17 Curtidas

14 Curtidas

Pop!_OS 20.04
Simples, sem muito segredo :smile:

14 Curtidas

Agora, em novo hardware ─ UEFI-GPT, monitor um pouco maior (formato mais “wide”) ─ e com a evolução (ou involução?) recente do KInfocentre, que não permite mais ocultar o painel lateral (argh!).

Usei a mesma foto ─ apenas, fiz outro recorte, no Gimp. ─ O único “tratamento” foi Colours > Auto > Stretch contrast (e aceitei o padrão original do Gimp, sem alterações). Isso reduziu o “infra-vermelho” (aspecto de “sujeira”, poeira) da foto original, deixando o azul mais límpido.

O Conky também teve de ser desdobrado, porque agora são 6 núcleos (Core), e estourou o espaço vertical. ─ Aproveitei para exibir também os 8 processos “top” uso de Memória RAM (antes, só exibia os 8 “top” uso de CPU).

Enfim, também aproveitei para incluir um gráfico de Disk I/O, cobrindo 4 minutos (240 pixels).

Os outros gráficos (CPU, Downspeed, Upspeed) cobrem 2 minutos (120 pixels).

Nesses 18 meses, também incluí nos gráficos a “escala” ─ para saber o valor máximo dentro do período.

Meu registro do arquivo de configuração do Conky já estava looongo e confuso… Fui acrescentar algumas informações sobre as adaptações ao novo hardware, e ficou mais enrolado ainda.

Use CTRL-F para ir direto a “\• Resultado final”, onde está o arquivo do primeiro Conky (atualizado). ─ Ainda não me animei a incluir o arquivo do segundo Conky.

6 Curtidas