Antergos será descontinuado!

A distribuição Antergos, famosa por trazer muitos ao Arch será descontinuada, a alegação é falta de tempo dos desenvolvedores em continuar com o projeto.

11 Curtidas

É uma pena, acompanho o projeto desde o início, gostava do instalador que fornecia opções de instalação desde o minimal (praticamente um Arch puro) a qualquer desktop, wm de sua preferência, infelizmente como venho observando faz algum tempo muitas distros acabam saindo de circulação como foi o caso do dyne:bolic(LFS, foco em produção multimídia), parsix(Debian sempre fornecendo a última edição do GNOME) entre outros que eram projetos interessantes voltados para públicos específicos.
Mas bola pra frente, creio que depois desta talvez não volte a utilizar outra distro baseada em arch, já o tenho instalado, agora é só manter enquanto der, e talvez quem sabe dar uma chance ao manjaro, vamos ver, não tenho a real necessidade de ter uma distro Arch-like instalada a não ser que me forneça vantagens reais, pelo que conheço da comunidade do Antergos pode ser que venha algo no futuro feito pelos usuários, mas isto só o tempo vai dizer.
R.I.P Antergos.

6 Curtidas

Uma pena. O projeto era interessante. Cheguei a usar por mais de 1 ano. Abandonei porque desisti e não uso mais distros RR.

Uns meses atrás tentei fazer uma instalação, o sistema apresentou várias instabilidade e o instalador deles não estava funcionando direito (acho que se chamava Cnchi). Confesso que esse esquema de baixar tudo da internet era meio desanimador para muita gente. Mesmo tendo uma internet boa, a instalação demorava mais que o normal. Porque tinha que atualizar os repositórios, fazer a seleção dos pacotes, o download e a instalação.

O projeto era da mesma época que o Manjaro (sem querer colocar lado a lado, claro, porque as propostas das duas eram diferentes), se não me engano, mas a comunidade acho que não era tão grande e, tirando a fácil instalação, ele não apresentava nada de diferente do Arch (ele era um Evolution ou um Arch Anywhere mais bem acabado).

5 Curtidas

Na época eu traduzi boa parte do cnchi para pt_BR creio que 2014, mas depois por falta de tempo acabei deixando de lado, percebi um pouco de problema nas últimas versões, na maior parte das vezes resolvidas com uma atualização via Git, agora é só dar adeus mesmo, mas vou manter minha instalação atual, ia mandar um Debian sobre essa instalação, mas ficarei com meu triplo FC30, Rawhide e Antergos até que dê algum problema que eu não consiga resolver A D I O S.

3 Curtidas

Ela cumpriu bem seu papel, Descanse Em Paz Antergos

4 Curtidas

R.I.P :slightly_frowning_face:

1 Curtida

Uma pena, eles tinham um projeto que faria muito bem para uma distro arch como o Manjaro (e claro, o próprio Antergos), uma loja de aplicativos com um visual super elegante chamada “Poodle”, se não me engano. Acho que mais uma vez se mostra a importância de se pensar em sustentabilidade, nada, infelizmente, funciona apenas com doações diretas e boa vontade.

7 Curtidas

Puxa, tenho Antergos instalado no meu computador portátil. Terei uma semana inteira para reformatar o meu computador e reconfigurar tudo.

Não precisa; eles irão remover pacotes mantidos por eles e direcionar diretamente ao Arch Linux.

4 Curtidas

Como disse o @Tosca16, você poderá continuar usando. O repositório deles era todo do Arch, só algumas coisas que adicionaram no final e umas perfumarias. Dá para fazer a transição para o Arch sem problemas. A própria equipe da distro vai fazer isso. É só ler o artigo do primeiro post, eles estão falando disso lá.

4 Curtidas

Oi @Tosca16 e @Tuxraldo !

E eles mudarão o logotipo e o nome da distribuição de Antergos para Arch Linux no neofetch?

Dyne:bolic não saiu de circulação, trata-se duma distro estática que só serve para fins de produção/edição multimídia. O site se mantém e inclusive ainda é recomendada pela FSF como uma das distros GNU/Linux Libre

1 Curtida

Recentemente venho utilizando e gostando muito do Arch Linux, que no meu modesto Notebook HP, está rodando tudo certinho. Fiquei triste e também preocupado ao saber, que uma das grandes distros o Antergos, baseada no Arch, teve esta semana o seu encerramento. Pois bem. Me preocupa ,se em um futuro próximo, isto também possa vir a acontecer com as demais grandes distros? …Falo isto pois já vivi para ver distros que gostava muito, de certa maneira, morrerem! Exemplos: Conectiva, Kurumin, Mandrake “Mandriva”, RedHat e SuSE estas duas últimas, que por sorte, foram abraçadas por outras comunidades e viraram, o que hoje conhecemos como, Projeto Fedora e OpenSUSE. Mas fica está reflexão! Se isto possa vir a acontecer, também com as distros que você gosta? :cry:

5 Curtidas

Depende de como o Neofetch determina qual logo que será usado, pelo que vi ele traz a logo de todas as distros

Ai eu já não sei. Porém, isso é só um detalhe, não. Lembro que quando usei o Antergos (com xfce) tirando o instalador, ao dar o primeiro boot, era praticamente um Arch. Então a transição nem deve ser muito notada. Eles devem manter os pacotes de perfumaria no github para quem tiver interesse.

Se quiser, no Neofetch também deve funcionar, dá para mudar manualmente o logo no screenfetch. Pesquisa na internet que você deve achar conteúdo sobre isso.

1 Curtida

Dyne:Bolic baseada em LFS não existe mais, que eu me lembre, a última versão que testei era baseada em .deb, não lembro se Ubuntu ou Debian, pure:dyne ainda existe mas nem sei se ainda é LFS.

Não sei do que se trata o “LFS”, nem mesmo desta versão pure:dyne (se é Ubuntu ou Debian), mas o Dyne:Bolic existe e está na ativa! Você pode conferir aqui. Como mencionei antes, trata-se duma distro estática, ou seja, não receberá atualizações e, portanto, não é recomendado pelos seus desenvolvedores a instalação da distro no computador. Seu uso precisa ser efetuado apenas em live cd/usb.

Entendi, antigamente a dyne:bolic era uma distro LFS (Linux From Scratch) não era baseada em nenhuma outra, se me lembro em meados de 2010 eles passaram a utilizar uma base Ubuntu/Debian pois dava menos trabalho para manter, mas acompanho o trabalho deles, porém na época do LFS era muito rápida e estável rodando diretamente do pen ou CD-ROM.

2 Curtidas

Pelo que entendi, tirando os poucos repositórios que eles tinham, e os recolocando diretamente nos repositórios do Arch ou AUR, será o Arch “puro” que rodará nas máquinas anteriormente com Antergos, então vai ser o Arch propriamente dito.

Esse é o problema maior de distros ou projetos menores, especialmente sem ter fontes de recursos; é notório que viver de doações não sustenta a longo prazo… Manjaro, ao qual sou usuário, eles estão sabendo vender hardwares com a distro instalada, viver de doações iria dá no que deu em relação ao Antergos. Eles alegaram que o projeto cumpriu seu papel e que estavam sem tempo para gerir o projeto, mas na verdade é que eles precisam comer, vestir e ter o seu ganha pão, trabalhando em outros projetos ou empresas ficaram sem tempo para manter o Antergos, e antes de tomarem uma enxurrada de críticas descontinuarão o mesmo.