Alterar o nome do "convidado" no login do Linux Mint 19

No login do Linux Mint 19.02, como altero o nome de “Sessão convidado” para “Sessão Aluno”.

Obrigado

1 Curtida

No menu do Mint pesquise por “Usuários e Grupos”, selecione o usuário que quer alterar o nome e clique no nome dele, abaixo de “Tipo de Conta”.

1 Curtida

Oi CassioGomes00, obrigado por ter me respondido prontamente mas, o problema é que a “Sessão convidado” não é um usuário comum, eu acredito que o nome está na tradução do Linux Mint mas tentei de tudo para achar esse “nome” e não tem jeito, só não procurei por hexadecimal. :smiley:

Mesmo assim agradeço muito por ter me respondido.

Alguma luz, :innocent:

Estou tentando entender a tradução do Linux mas achei meio complicado para fazer uma coisinha tão simples. :crazy_face:

Na esperança de uma solução bem simples.

Você precisará alterar os arquivos de tradução do “LightDM”, que é o programa que gerencia as sessões dos usuários.
Não sei exatamente como fazer isso e como instalar a nova tradução, mas espero que seja um luz.
O arquivo provavelmente é esse:
https://translations.launchpad.net/lightdm-gtk-greeter/trunk/+pots/lightdm-gtk-greeter/pt_BR/+translate
https://translations.launchpad.net/lightdm-gtk-greeter/trunk/+pots/lightdm-gtk-greeter/bo/+translate?field.alternative_language=pt_BR&field.alternative_language-empty-marker=1&show=all

Obrigado brunonzanette pela luz que me mandou. :+1:

Eu já tinha passado por ali e consegui ver isto, porém não sei como fazer a sequencia para traduzir.
Estou achando que a tradução deve ser compilado com o Linux e transformando em hexadecimal ou outro código, pois o texto não achei no Linux.

Se alguém tiver experiencia onde fica guardo as traduções ou uma luz para me guiar eu agradeço muito.

Já tentei fazer isso e também não consegui.
O engraçado é que tem como “congelar” as configurações da sessão de convidado, tais como definir wallpaper, os ícones, o idioma, etc, mas não tem como mudar o nome do convidado rs

Isso fica armazenado no próprio código-fonte do programa.
Se você executar o comando $ apt show lightdm-gtk-greeter irá aparecer a página (homepage) do projeto, que no caso é: LightDM GTK+ Greeter in Launchpad

De lá você pode clonar o código com o comando git clone https://git.launchpad.net/lightdm-gtk-greeter. Para clonar a mesma versão que está atualmente no mint basta adicionar --branch lightdm-gtk-greeter-2.0.5 logo após o git clone, antes da url. Pelo o que eu vi os arquivos que você precisa estarão no diretório “po”.

Depois será necessário compilar e instalar o código. Para isso será necessário instalar algumas dependências: exo-utils liblightdm-gobject-1-dev gobject-introspection autoconf automake make libtool e provavelmente mais algumas.
Para compilar primeiro execute o script autogen.sh. Se tudo der certo ele irá gerar um arquivo Makefile, que poderá ser executado com o comando make. Nesse ponto você terá o programa compilado. Finalmente, para instalar use sudo make install. Esse último comando irá copiar os arquivos compilados para os diretórios do sistema.

Para voltar com a versão padrão basta reinstalar o pacote com sudo apt install --reinstall lightdm-gtk-greeter.

Edit [Errata!]:
Fui testar aqui para ver se funciona e percebi que na verdade o pacote que você precisa modificar é o slick-greeter, que pelo jeito é só uma outra roupagem para o lightdm-greeter.
Os passos são os mesmos, mas você também precisará dos pacotes gnome-common valac.

O src está em:

E o arquivo que contém a tradução é:

[Resultados]
Testei e funcionou:
sessaoaluno%20(1)

2 Curtidas

Infelizmente isso é definido via código, dá pra mudar mas…

O que você pode fazer é criar um usuário comum e tratar ele como convidado, via terminal fica assim:

  1. Crie o usuário e apague sua home:
sudo adduser aluno
sudo rm -rf /home/guest
  1. No arquivo /etc/rc.local coloca isso:
#!/bin/sh -e
#
# rc.local
mkdir /tmp/aluno
rsync -av /etc/skel/ /tmp/aluno
chown guest -R /tmp/aluno
ln -s /tmp/aluno /home
exit 0

Não é o melhor jeito mas é o mais simples, a home do usuário aluno é purgada toda vez que o computador é reiniciado

1 Curtida

Olá brunonzanette e Natanael.755 obrigado pelas respostas.

Minha experiencia em compilação é muito fraca, sou do tempo que compilava Clipper em PC 386, 486 e raramente em super PC 586 com disco de 100Mb , com certeza vocês nem eram nascidos, :smiley:
Sou técnico em eletrônica e estou tentando colocar PCs em escolas aqui no sul, achei uma boa opção o Linux Mint, mas encontrei esse problema da “Sessão convidado” que não estar nas traduções de linguagem.
Quem sabe vocês que são mais familiarizado, influenciar a equipe do projeto para colocar na tradução. :smiley:

Se alguém souber em qual arquivo compilado fica esse texto, provavelmente deva ser codificada em HEXADECIMAL, eu possa alterar na ISO do Linux Mint pois serão varias maquinas e me facilitaria bastante.

Pessoal, fica muito agradecido, meu muito obrigado.

@Edipinho, o arquivo que contém o tradução compilada é /usr/share/locale/pt_BR/LC_MESSAGES/slick-greeter.mo. Para editá-lo você precisa ter permissão de administrador, usando o comando sudo. Ex.: sudo xed /usr/share/locale/pt_BR/LC_MESSAGES/slick-greeter.mo. Depois de alterado uma vez, você simplesmente copiá-lo para um pendrive e depois substituir os arquivos nas outras máquinas (lembrando sempre de usar o comando sudo para fazer isso, ou usando o usuário root).

Eu não testei alterar diretamente o arquivo então não sei se funciona. Se não funcionar, não tenha medo de tentar compilar o pacote, pois não tem muito mistério. Qualquer coisa eu te passo a sequência de comandos.

Sobre modificar o arquivo ISO o problema já é bem maior, pois os arquivos são compactados em um arquivo “squashfs” (SquashFS – Wikipédia, a enciclopédia livre). Será necessário bastante trabalho para extrair tudo, modificar o arquivo e recompactar de novo. Existem alguns programas que permitem editar essas ISOs para montar um instalador personalizado, mas eu nunca utilizei então não consigo falar muito deles, e nem se esses programas ainda funcionam com as ISOs atuais.

E parabéns pela iniciativa! É sempre bom ouvir histórias do Linux ajudando a resolver problemas, ainda mais uma escola!