Ajuda com partições

Pessoal, houve um problema na configuração da minha máquina. Levei para a manutenção e a pessoa que resolveu o problema, instalou o fedora 33 na máquina. Está rodando bem, mas tem um problema.
A máquina é roda com um processador AMD Ryzen 5 3600, tem um SDD 230G e um HDD de 1TB. Ele inadvertidamente instalou o /home no SSD. Não quero isso, quero que o SO rode no SSD e os dados e aplicativos fiquem no HDD. Como faço para reparticionar usando o Gnome?
Usava o KDE e lá havia uma ferramenta chamada Partition Magic, se não me engano que resolveria o problema e no Gnome?

Grato

Herli Menezes

Olá @hrldmnzs :wave:t2:

No Fedora tem o programa Gparted? E o seu home está “vazio”? Se sim, irá facilitar o procedimento.

:pray:t2:

Obrigado pela resposta!
Pois é, me dei conta do problema ao examinar no terminal o espaço livre, havia cerca de 100G, pois foram instalados o GIMP, o Writer do Open Office, Darktable e Scribus. A minha primeira ideia seria de remover estes aplicativos e reparticionar, não sei se isso é seguro. Obviamente que pensei em uma medida mais “radical”, reinstalar o Fedora 33 do zero, redefinindo as partições. Acho que seria em último caso, o Linux, pelo que sei, é bastante poderoso e flexível, esta seria uma última solução, meio que desesperada.

1 Curtida

Sim, de fato são bem poderosa, pois temos “liberdade” de configurar, programar e tals os códigos. Da para mudar o home todo com todos mas tem um trabalhinho extra. Eu fiz umas pesquisas e encontrei um tutorial porém ele usa o Ubuntu como exemplo. A parte do Gparted vai ser a mesma para o Fedora, mas a parte de mover e sincronizar os arquivos na nova home…

Se você preferir podemos ir realizandos os passo-a-passo juntos.

Muitíssimo obrigado, @RuKsu.
terei que me ausentar neste fim de semana, mas na segunda feira, precisarei muito da sua ajuda. Trabalho um pouco com Python, com redes neurais, por isso montei uma máquina mais esperta. Não fiz na pós um curso de SO, usando Linux. Mas as coisas já mudaram bastante e fiquei meio atrasado, além disso sou um usuário, sem entrar nos detalhes mais técnicos da estrurtura do Linux, vou aproveitar o FDS, para, entre outras coisas me aprofundar um pouco no sistema de arquivos, partições etc.
Vou precisar da sua ajuda sim.
Muito obrigado.

Herli Menezes.

1 Curtida

Olá, boa tarde @RuKsu.
Voltando ao ponto sobre as partições. Como disse, o técnico que montou a máquina, inadvertidamente instalou o Fedora da partição /dev/sda. A partir do GParted, obtive as seguintes informações:
No SSD, com o seguinte layout:
Partição, Nome, Sistema de arquivos, Ponto de montagem, Rótulo, Tamanho, Usado, Livre
/dev/sda/
/dev/sda1/ → EFI System Partition, /fat32, /boot/efi, —, 600.00 MiB, 21.47 MiB 578 MiB
/dev/sda2/ → —, ext4 , /boot, —, 217.46, 806.54 MiB
/dev/sda3/ → —, [Criptografado] btrfs /, /home, fedora_localhost-live, 110.20 GiB, 8.16 GiB, 102.05 GiB

O problema: alguns aplicativos foram instalados por mim, sem me ligar que isso tudo estava indo para o SSD de 230G (Libre Office Suite, Scribus, Gimp, Darktable, Scratch, Scribus).

Quero o meu /home e todos os dados e programas no dispositivo /dev/sdb e deixar o ssd para o sistema e swap. Como faço para mover o /home para o /dev/sdb?

Havia esquecido o dispositivo /dev/sdb/ está vazio e não particionado. Trata-se de um HDD com capacidade de 1TB.

Obrigado!

Mover a home é fácil, dá uma olhada aqui:

Obrigado, @Rodrigo_Chile. Como disse acho que no SSD fique o SO e as bibliotecas, não sei se seria recomendável. No HDD ficaria o /home e os programas e dados. Acho que a organização ficaria mais ou menos assim:
/dev
/dev/sda/
/dev/sda1/
/dev/sda2/
/dev/sda3[???]
/dev/
/dev/sdb/ – Aplicativos, programas e dados…
Ainda assim, algumas dúvidas. Fazer partições adicionais no HDD? Seria recomendável?

Grande abraço!
Herli

O que posso te dizer: eu organizei aqui um triple boot, W10 e 2 distros Linux. Elas ficaram da seguinte maneira:
No SSD: o “C:” do Windows (com suas partições de hábito, incluindo a boot/EFI), e as raízes das duas distros
NO HDD: uma swap (que eu divido entre as duas distros - me deu uma certa dor de cabeça mas deu pra resolver), o “D:” do W10 e as duas homes das distros.

No teu caso, penso que dá pra colocar uma partição swap no HD - o que diminui a leitura/escrita do SSD e aumenta sua vida útil - e uma partição em ext4 como home, considerando que não vá fazer dual boot com Windows. No meu caso, até a swap do W10 eu mandei pro HDD (nele é um arquivo).
Quanto ao que é instalado de programas, flatpaks e snaps, se não engano, os programas em si vão pra raiz, enquanto suas configurações particulares para cada usuário vão pra home. Daí é tentar ver o que se pode fazer de mais - já que ao mover a home, as configs do navegador ou do Thunderbird irão junto, por exemplo. Não vejo muito mais alternativas além disso, mas posso estar enganado…

PS: se querer instalar programas no HDD, eles vão lerdar, o que perde o sentido de se usar um SSD…

Obrigado @Rodrigo_Chile.
No meu caso, não instalarei o Windows. Uso poucos programas do Windows e o tenho instalado no notebook. Na hipótese de ter que rodar algum programa do windows uso o Wine. Se compreendi corretamente, posso mover o meu /home para o HDD e também o /swap, mantendo a instalação dos programas no SSD. Estou certo?
Como tenho um HDD de capacidade razoável, acho que poderia locar, por exemplo, 4GiB para swap (acho até demasiado, não sei) e mover para lá o /home. Confere?

Grande abraço!
Viva el pueblo del Chile!!!

Herli

1 Curtida

É mais ou menos isso sim… eu gosto da ideia de mover a swap pq diminui o uso do SSD, mas fica a teu critério. Mas mover a home ajuda em economizar espaço, diminuir o uso do SSD e não afeta muito na velocidade do sistema. O guia acima explica bem como fazer o processo

Valeu Rodrigo, vou fazer isso.

Abçs.

1 Curtida

Uma dúvida. Para fazer um aparetição pelo GParted, o disco com 1TB não tem qualquer partição, ao clicar em Dispositivo/Criar tabela de partições, surge a primeira dúvida, sobre apagamento de dados, não há problemas, pois não há dado nenhum, mas qual o tipo de partição, o default é msdos e não vi, no dropdown menu, nehuma referência a ext4, ou btrfs. Vejo só coisas como aix, amiga, bsd, etc. A escolha é msdos mesmo?

Obrigado.
Herli

Se tiver gpt, melhor… mas como a ideia é criar uma partição só, ou duas no máximo, msdos serve (é o equivalente à mbr, que permite criar 4 partições estendidas e inúmeras lógicas; gpt deixa instalar inúmeras estendidas)
MBR e GPT são formatos de tabelas de partição - daí vc pode escolher ext4, que é a mais indicada para sua home