Afinal, quais as limitações do WPS Office para Linux se comparado as versões premium para Windows e Mac OS?

Algo que me intriga e que até hoje não pude averiguar junto ao próprio site da empresa é: quais as limitações do WPS Office em relação as versões pagas de Windows e Macintosh? Isso porque diferente do Softmaker Office Suite que tem versões gratuitas (Softmaker FreeOffice) e paga (Softmaker Office Suite), o WPS Office simplesmente não tem uma versão paga para Linux enquanto possui tanto versões pagas, quanto gratuitas para Mac e Windows com claras diferenças. Alguém tem informações?



Até onde eu sei são o espaço em nuvem deles (1GB) e a possibilidade de editar PDFs. Esses recursos nunca apareceram na versão de Linux.

1 Curtida

Então será possível dizer que a versão do Linux é praticamente idêntica a Premium do Mac e Windows e superior a Free desses mesmos sistemas (porque as versões gratuitas teriam mais limitações).
Acho que modelos de documentos também estão disponíveis apenas na versão premium.

1 Curtida

Exatamente, superior (em muito) a Free mas com recursos Web faltando, além do que o @Capezotte disse ainda tem outras coisas que não são presentes como modelos, recursos gráficos, snippets…

Geralmente não fazem falta mas cortam caminho na criação de um documento/planilha/apresentação já que você não perde tempo caçando recursos

1 Curtida

Caramba… não sabia

Caramba… não fazia ideia disso. Será que é algum favoritismo por parte dos desenvolvedores do WPS Office ou só detalhe mesmo?

Eu prefiro muito mais utilizar o Office gratuito e na nuvem do Google, mas confesso que WPS Office e o FreeOffice me agradam muito em termos de compatibilidade. O meu único problema com o WPS é o fato do mesmo ser software chinês, cujo qual tira 100% da minha confiança.

1 Curtida