Acessar conta de banco numa distribuição Linux dentro de uma máquina virtual no Windows 10

Sou muito paranoico com a questão de acessar conta de banco no Windows. Estou numa situação onde só tenho acesso a uma máquina com Windows 10 que provavelmente têm uns softwares piratas, mas supostamente nenhum vírus.

Idealmente eu poderia acessar a máquina com um Live-USB, mas quero ver se não tenho uma solução mais cômoda. Criação de uma partição com Linux está fora de cogitação.

Estarei seguro se eu acessar uma conta de banco numa distribuição Linux dentro de uma máquina virtual instalada num Windows 10 que supostamente não tem vírus?

Qualquer maneira “normal” de rodar uma máquina virtual está certamente rodando num nível bem menos profundo que um vírus. Se o vírus anota as teclas, máquina virtual não adianta. Se o vírus tira prints da tela, também não. E esses são vírus simples, quem dirá de ameaças mais avançadas.

Um navegador em uma VM de Linux em cima de um Windows (supostamente) bichado ainda está em cima de um Windows bichado. Porque não cortar a peça do meio logo e abrir logo o navegador no Windows bichado? (não, não faça isso, use o LiveUSB)

4 Curtidas

Obrigado pela resposta.

Tenta fazer um live-USB persistência (usando Tails, por exemplo, mas sem usar o navegador TOR), porque será necessário instalar o Warsaw - e se vc fizer um live usb normal, terá que instalar o dito cujo todas as vezes, configurá-lo para seu banco etc.

2 Curtidas

Obrigado pela informação.

1 Curtida

O Tails é ótimo pras essas coisas

1 Curtida

Bom, até é possível. Mas muitos bancos precisam instalar módulos de segurança a mais
e isso dá trabalho nas distros do Linux mas vc acaba achando tutoriais que funcionam
por aí.

Antigamente, eu acessava o banco em uma VM de Windows 10 rodando no meu sistema operacional que é Linux.

Agora eu faço tudo pelo celular, pelo app (mas entendo sua preocupação coms segurança).

1 Curtida

Até funcionaria para evitar de capturar os eventos de teclado e mouse se vc passar o dispositivio USB inteiramente para a VM. O problema é que, ou vc precisaria de dois teclados e dois mouses, ou então perderia o teclado e mouse do sistema principal até desligar a máquina virtual. Por exemplo, se o monitor apagasse devido à inatividade do anfitrião, vc teria que desconectar o mouse ou teclado fisicamente pra retomar o controle do anfitrião e fazer novamente o processo de passagem.

Porém pra ser efetivo contra a captura de tela só através de acesso remoto usando outro computador (que daí não ia adiantar nada porque seria mais fácil instalar o linux no outro computador) ou então se vc dedicar uma segunda placa de vídeo para a máquina virtual (extremamente complicado, cu$toso, e depende de suporte de hardware).

Soluções que eu imagino:

  • Transformar seu windows para ser seguro: desinstalar programas crackeados e instalar anti-virus. Mas aí tbm começa a valer a pena instalar o linux, já que não terá esses programas proprietários que custam uma fortuna e passará a usar alternativas livres.
  • Comprar um HD usado de 160GB, custa uns 40 reais, ou um pendrive de 16GB e instalar o linux nele, realizando dual boot para acessar seus assuntos financeiros (banco, planilhas de gastos, declarção de IR, etc…)
3 Curtidas

Olha, no Windows eu nunca consegui fazer funcionar o módulo de segurança do Banco do Brasil, mas no Linux foi mais fácil kkk

1 Curtida