A última fase da guerra do desktop

Pelo que da pra entender o Eric e um maluco que quer injetar codigo duvidoso no Kernel Linux por algum tempo… Ate pq não faz sentido seguir as ideias dele e nem colocar em risco nada das “contribuições” dele kkkkkkkkk
E não faz sentido nenhum acabar com o mercado atual por causa de uma integração direta com uma ferramenta

Vale lembrar que o WSL tá incluindo diversas features não relacionadas com desenvolvimento de software

2 Curtidas

Fanboy é fanboy, meu brother. Uso Linux a 3 (três) anos (comecei com o Kubuntu) e todo ano é a mesma ladainha: “Microsoft se renderá ao Linux e então nos tornaremos os supremos dominadores do universo do desktop”.

A verdade é que usa Linux quem quer independência, leveza e custo-benefício. O usuário Linux, em si, tá pouco se lixando se as pessoas idolatram o Linux ou se elas preferem Windows, porque de verdade, isso não faz diferença nenhuma na vida de ninguém.

4 Curtidas

Também não vejo porque andar pra trás num sistema que trás resultados - ainda que não seja mais o carro chefe da empresa em termos de lucro ele não é nem um pouco despresível seja comercialmente ou financeiramente.

No mundo: Desktop Operating System Market Share Worldwide | StatCounter Global Stats

No Brasil: Desktop Operating System Market Share Brazil | StatCounter Global Stats

Creio que existam motivos (temos tópico aqui sobre) de porque o Windows ainda domina completamente o mercado e porque o Linux apesar de todos esses anos ainda não emplacou (na massa). Não creio em motivo único, mas um conjunto de coisas desde a fragmentação dentro do mundo Linux até compatibilidade com hardware - passa por marketing - são VÁRIAS coisas. Porque abrir mão de algum aspecto nessa equação complexa e alterar o resultado final que é muito bom?

Dados não mentem, em algum aspecto Windows acerta violentamente e em algum aspecto o “Linux” falha miseravelmente. Gostemos ou não.

1 Curtida

Se o windows começar a usar o kernel Linux, ele não vai deixar de ser Windows. As maioria das coisas ruins do windows continuarão lá do mesmo jeito. O sistema vai ficar mais seguro? É uma possibilidade mas não um fato. Vai continuar vindo com Candy Crush e vários outros bloatwares? Com certeza!

Vai acabar ficando melhor para o Linux do que para o Windows.

1 Curtida

Adotar o Kernel Linux não seria “andar pra trás”, a não ser que o monopólio da Google em dispositivos moveis seja. Reduzir custos, aumentar lucro. Se a Microsoft conseguir criar o seu Windows usando o Linux como base, eles iriam manter o título de sistema operacional mais popular, manter a renda, gastar menos com o sistema e fazer mais com ele, consequentemente aumentando o lucro. É só pegar o Azure como exemplo.

Verdade, ninguém se importa, a não ser as empresas e quem trabalha com isso. Para mim, não estou nem ai quem usa o que e isso nem é sobre “o Linux vai matar o Windows, uiui, Linux é melhor”, isso é sobre tecnologia e mercado. Ao meu ver, tem muito fanboy de Linux sim aproveitando o momentum, assim como tem muito fanboy de Windows se mordendo e repudiando a possibilidade.

Bando de crianças mimadas e ignorantes.

Não duvido que possa vir acontecer e nem seria algo de outro mundo — a Apple já fez isso com o BSD —, mas também não seria surpresa se não acontecesse. Tanto faz quanto tanto fez. Ademais, isso não significaria que o Windows deixaria de ser o que é para ser uma plataforma aberta “paz e amor”, pelo contrário, seria o Windows como sempre foi e sempre será usando um núcleo diferente para benefício próprio.

Alguns de vocês precisam crescer.

1 Curtida

Quais features?

FUSE, suporte a SquashFS e suporte a apps GUI nativos, eu literalmente consegui (depois de fazer um pequeno wrapper) abrir um AppImage através do Windows Explorer

Olha só:

6 Curtidas

E como ela vai conseguir desestruturar o mercado atual? Já viu quantos “locais” usam uma versão do Windows seja ela atual ou ultrapassada? Acha mesmo que as fabricantes vão refazer do zero os softwares de hardware pra Linux sem ter o custo de mão de obra novamente? kkkkkkkk esta vendo esse “aumento de lucro” na parte ilusionaria da vida
O Azure entrou no tranco graças a corrida dos cloud computers… Mesmo assim com a Microsoft escondendo a base do Azure cloud, mesmo assim tendo maioridade em VMs com Linux ao invés de Windows

Nossa mas, você vai chorar? :baby:t2:

Criança mimada e ignorante é aquela incapaz de entender que quanto mais competitividade, melhor é o mercado. Dominação do universo de desktops é a coisa mais utópica e retrógrada que alguém possa imaginar, amigo. Se você está nessa ainda, tenho uma má notícia pra você…

Obviamente que uma mudanças dessas não aconteceria do dia pra noite, a Microsoft faria testes, lançaria alguns produtos com kernel Linux pra ver como as coisas se desenrolariam. Ela não vai virar pros clientes e parceiros dela do nada e falar agora é tudo kernel Linux, se virem.

Interessante como o terceiro sistema mais popular do mundo, segunda essas estatisticas é desconhecido. Deviamos explorar mais o desconhecido e fazê-lo conhecido.

No sentido de mexer numa estrutura que está dominando o mercado, independente do que adotar.

Creio que que “Desconhecido” seja todo um conjunto de projetos engatinhando somados com pessoas que “escondem” qual o sistema está usando.

Cara a verdade é que esses dados de marketshare não nada precisos ou confiáveis, não os utilize como um parâmetro absoluto. Dependendo da fone o Mac tem menos de 10% do mercado e Linux tem 7%.

1 Curtida

Vou anotar aqui, pode ser que Linux tenha 85%. Mas os dados não são confiáveis. :rofl: Por favor, lógicamente variam de acordo com mês e época. :expressionless:

Mas não precisa, como eu demosntrei ela não só pode usar AppImages pra rodar programas linux sobre uma camada imutável do WSL e o Wine prova que dá pra rodar .exe no Linux, nada seria desestruturado, é plausível que só a comunidade Linux perceberia

A questão é que não precisam

Na verdade é mais contábil, o Windows gera custos pra manter o kernel NT, ao migrar pro Linux esse custo seria cortado e o lucro líquido (ou seja o que sobra disso) poderia ser reinvestido no que atualmente é responsável pela receita mais alta, não tem nenhum drawback tanto técnico quanto econômico

Se fosse assim pra que o Windows 95? Ou mesmo o Windows NT

Evolução é natural. :rofl: Todos os OS evoluíram.

Começou… abandonando tópico.