6 Sinais que revelam que você é um usuário Linux de raiz

:penguin: Se você é um usuário root do Linux, provavelmente reconhecerá essas tendências comuns.
Saiba agora:

2 curtidas

1 coisa que revela que vc é um usuário de Linux raiz

  • você não liga para esses posts pq na vdd Linux é um SO como os outros

Tecnicamente falando, o Linux é o kernel, mas isso já é outra história… :slight_smile: :v:

leia meu comentário novamente

Vou comentar alguns pontos, é só minha visão pessoal

1. Até onde você sabe, o mundo começou em 1º de janeiro de 1970

Se você está procurando um exercício de programação divertido e frustrante, tente programar um aplicativo de calendário confiável!

Achei interessante, vou adicionar no meu todo

2. Você acha que é uma tarefa difícil digitar algo com muitas letras para fazer alguma coisa

Depois de aprender os comandos, porém, quanto mais curtos, melhor. Se você passa o dia todo em um terminal, menos teclas digitadas significa que pode gastar mais tempo realizando seu trabalho.

Isso é relativo, eu passo um bom tempo no terminal e odeio flags reduzidas, poupa tempo? Poucas, mas é contra intuitivo

No entanto eu acho curioso que nas suas funções você digita bem mais que o necessário, considerando que você só faz uma checagem simples se os dois primeiros argumentos são vazios, você poderia resumir isso:

gist(){
	[[ -z "$1" || -z "$2" ]] && {
		printf "%s\n" "Use: gist [URL] [SHORT-URL]"
		return
	}
	curl https://git.io/ -i -F "url=$1" -F "code=$2"
	echo
}

Por isso:

gist(){
  [ "$#" -ne 2 ] && {
    echo "Use: gist [URL] [SHORT-URL]"
    return
  }
  curl https://git.io/ -i -F "url=$1" -F "code=$2"
  echo
}

É só uma observação

3. Você gosta de Interface Gráfica, mas prefere um WM

Essa facilidade de com um único comando abrir um aplicativo e de ver os dados disponíveis em desktops separados , além de ter janelas lado a lado que facilitam debugar e trabalhar

Eu fiz isso no plasma com literalmente um wget num script, ou seja, mesmos trablho que um TWM kkkk, eu sou preguiçoso nivel hard, uma WM é trabalho demais pra mim

4. Você nunca executou nenhuma ação em um computador mais de três vezes porque já a automatizou pela terceira vez

As coisas fáceis de automatizar são as ações que você já executa em um terminal, porque os comandos são apenas cadeias que você digita em um intérprete e esse intérprete (o shell em execução no terminal) não se importa se você digitou as cadeias manualmente ou se você está apenas apontando para um script.

Concordo, eu geralmente simplifico mais meus scripts, por exemplo, esse script:

tchau(){
    [[ -d "${HOME}/.cache/thumbnails" ]] && rm -rf ${HOME}/.cache/thumbnails/    
    [[ -d "${HOME}/.cache/mozilla" ]] && rm -rf ${HOME}/.cache/mozilla/    
    rm ${HOME}/.local/share/recently-used.xbel
    touch ${HOME}/.local/share/recently-used.xbel
    _DIRB="$(find ${HOME}/.mozilla/firefox -type d -name "*bookmarkbackups*")"
    rm $_DIRB/* 2>/dev/null
    rm -rf "${HOME}/.local/share/Trash/files/*"
}

Eu faria assim:

tchau(){
  # ~ é uma abreviação para "${HOME}"
  find ~/.cache/thumbnails -type f -delete
  find ~/.cache/mozilla    -type f -delete
  find ~/.mozilla/firefox -type d               \
                          -name bookmarkbackups \
                          -exec rm -rf {} +
  find ~/.local/share/Trash/files/ -type f -delete
  echo -n > ~/.local/share/recently-used.xbel
}

5. Sua distro não é comum

Essa eu discordo porque eu não vi muita vantagem, eu cheguei a construir um LFS pra atingir esse objetivo e só me deu dor de cabeça

A 6 eu concordo plenamente

“Linux é um SO como os outros”
:thinking: :slight_smile: