4 meses usando o Zorin OS e essa é a minha opinião até agora

Boa tarde a todos,

Quero compartilhar a minha experiência usando a última versão Zorin OS por 4 meses. O sistema atende bem e vou continuar usando.

Pontos positivos:

:white_check_mark: Não presenciei nenhum bug grave e tudo funciona bem.
:white_check_mark: É ótimo para usuários sem familiaridade com Linux. Instalação simples e enxuta.
:white_check_mark: O sistema é esteticamente muito bonito. Visual simples, limpo, moderno e com várias opções de interface pré-instaladas.
:white_check_mark: O instalador de aplicativos já vem com Flatpack e é bastante completo.

Pontos negativos:

:x: Por ser uma interface Gnome não é leve, porém, não é tão pesada.
:x: Apenas 3 anos de suporte, que na minha opinião é pouco.
:x: É baseado no Ubuntu, então problemas no Ubuntu poderão ter no Zorin OS também.
:x: A central de programas é lenta, as vezes até demais. Por ter o Flatpack pré-instalado, quando digitamos um app na barra de buscas do instalador de programas, depois de vários segundos ou até minutos procurando, aparecem algumas opções do mesmo app, mas você tem que prestar atenção no que está instalando pra não instalar uma versão que não quer.
:x: Sem tela de encerramento. Este é o “defeito” que mais me chateou. Quando você clica em desligar ou reiniciar, simplesmente nada acontece. Nenhuma mensagem de “Shutting Down” aparece, nada! Os programas em aberto vão se fechando, mas nenhuma mensagem de encerramento aparece. Fica aquele clima estranho no ar e você não sabe se ele realmente está desligando ou se travou. Então de repente, sem nenhum aviso, ele desliga. É no mínimo estranho. Realmente isso precisa ser melhorado.

Recomendo o Zorin OS. Em geral, é um sistema satisfatório e atende as necessidades.

6 curtidas

Um sistema derivado do Ubuntu não necessariamente fica com os mesmos problemas da base. Por exemplo, o Pop!_OS tem uma loja de programas e um tratamento de drivers que são mais funcionais que os do Ubuntu.

A vida útil dessa edição do Zorin é a mesma das variações LTS do Ubuntu (Kubuntu, Xubuntu, Lubuntu…). Chato no Zorin é que não passa de uma série de edições para outra, ou seja, requer uma instalação “do zero” do sistema de uma nova série.

1 curtida

Pois é, já vi muitos dizendo, por ex, q o Mint é um Ubuntu com menos BUGS

Queri saber q tanto bugs são esses já q uso Ubuntu a mais de 6 anos e nunca vi kkk

São coisinhas meio que visuais… Tipo um app de repositorio dando uma mensagem de erro pq esta com problemas proprios(tipo alguns softwares porcos que dao spam de erros como a suite adobe no windows(e um exemplo) ai a turminha mais toxica joga a culpa no Ubuntu/Canonical) ou o apport aparecendo aleatoriamente kkkkkk(e bom pra reportar problemas, mas chega a ser chato pq aparece e não e automatizado)

Rapaz acho q vc ta se referindo a versões bem antigas do Ubuntu. As atuais n tem isso aí n.

1 curtida

Tu não entendeu, o pessoal ve qualquer coisinha ja acha q e bug…(não possível que não entenda)

Talvez a seleção de softwares diferente leve a essa falsa crença que o Mint tem menos bugs que o Ubuntu, mas na prática se um bug afeta o Ubuntu certamente afetará o Mint. Os softwares distribuídos no Mint são exatamente os mesmos do Ubuntu, com excessões de alguns pacotes personalizados.

Ubuntu usa Gnome, se há um bug no Gnome então o Ubuntu terá esse bug. Já o Mint, por não usar Gnome, não terá o bug, a menos que o usuário instale o Gnome. Porém, minha experiência demonstra que o Cinnamon é muito mais bugado que o Gnome.

O Cinnamon e pacotes próprios do Mint são o que me afastam dele, sempre que utilizei tive problemas.

2 curtidas

É exatamente essa a experiência que eu tive. A questão da loja de aplicativos problemática já é bem conhecida no Ubuntu, e o próprio Dio já comentou diversas vezes em vídeos. Contudo, sistemas derivados do Ubuntu - ou mesmo outros sabores deste - costumam corrigir isso. Ou seja, um problema da base não necessariamente se propaga. Usei o Ubuntu por muito tempo, mas migrei para outros sistemas no último ano. Pretendo baixar de novo qualquer dia para ver se evoluiu.

Achei também sensacional o gerenciamento de energia dos drivers da Nvidia quando usei o Pop!_OS. A “calibragem” da System76 com aquele pacote próprio é extremamente bem feita. Meu notebook esquentava menos e a bateria durava muito mais em comparação com o Ubuntu.

O Zorin sempre me interessou. Pretendo dar uma chance a ele qualquer dia. Parece ser bem refinado. E acho a customização padrão de todas as versões muito bonita.

2 curtidas

Ele é realmente bonito - o ponto fraco dele ainda é a loja, a Gnome Software. Um problema tanto pros devs da DE (que realmente precisam melhorá-la, assim como para a Fundação KDE em relação ao Discover) quanto pra quem usa Zorin e precisa instalar algo sem precisar recorrer ao terminal ou ao Synaptic. Piora no caso da versão Lite, que deveria ser usada em computadores mais fracos e, além de meio comilona de RAM (o que é uma questão importante em se tratando de “batatas”), é ainda mais lenta se consideramos processadores de 1N/2T, o foco na maioria dos casos dessa versão com XFCE.

Mas, ainda assim, o trabalho de polimento do Zorin é de se bater palmas… pena que é tão demorado, infelizmente

1 curtida

As lojas de software de Pop!_OS, Mint, Ubuntu MATE e Deepin bem servem de modelo. Se bem que a loja do GNOME pode funcionar bem, como relatam os usuários do Fedora Workstation. Mas o problema do Zorin OS 16 é que, diferentemente do Fedora, ele demora muito a adotar as mudanças no GNOME (o que inclui as que têm melhorado a software store).

1 curtida

Distro excelente.
Pra mim é a melhor que eu já vi.
Abandonei até o Hackintosh (Big Sur) que eu tinha aqui.

Aí se trata da nova versão.

Atualmente o Ubuntu é bem estável, principalmente as versões LTS.

Pra mim a Pop Shop crashava as vezes.

Tive a questão dela sempre chegar a 100% da CPU pra instalar um programa, não sei como está agora mas sei que sofria com esse problema na LTS. Fora isso ela funcionava de forma satisfatória.